Instagram/The Equalizer CBS

Chris Noth é demitido da série “The Equalizer” após denúncias de assédio

Chris Noth foi demitido da série criminal americana “The Equalizer”, inspirada nos filmes lançados no Brasil com o título de “O Protetor”.

Noth interpretava William Bishop na atração protagonizada por Queen Latifah, que está atualmente exibindo sua 2ª temporada nos EUA. No Brasil, a série é disponibilizada pela plataforma Globoplay.

“Chris Noth não vai mais filmar episódios adicionais de ‘The Equalizer’, com efeito imediato”, disseram a produtora Universal Television e a rede americana CBS em um breve comunicado.

O ator ainda será visto nos episódios já gravados da série dramática, mas sua participação não se estenderá a uma possível 3ª temporada.

A decisão foi tomada após duas mulheres revelarem abusos do ator numa reportagem da revista The Hollywood Reporter, outra se manifestar em publicação do site Daily Beast e a atriz Zoe Lister-Jones (“Life in Pieces”) revelar sua experiência com a má conduta sexual do colega durante o trabalho.

Em decorrência das acusações, o ator já tinha sido dispensado pela agência de talentos que o representava.

As denúncias vieram à tona após Chris Noth repetir o papel de Mr. Big em “And Just Like That”, continuação de “Sex and the City” lançada na sexta passada (10/12) na HBO Max. Segundo o depoimento das mulheres ouvidas pelo THR, o revival da série clássica serviu como gatilho para lembrarem tudo de ruim que aconteceu.

Mr. Big morreu nos episódios iniciais da série de streaming, evitando maiores constrangimentos relacionados à presença do ator na atração.

Ele negou todas as acusações, chamando os incidentes de “consensuais”. “As acusações feitas por pessoas que conheci anos, até décadas atrás são categoricamente falsas”, declarou em comunicado.