Instagram/The Academy

Transmissão do Oscar será mais curta que em outros anos

A cerimônia do Oscar 2022, que começa às 21h deste domingo (27/3), será mais curta que nos anos anteriores e contará com voto do público.

Para assegurar uma transmissão com menos de três horas de duração, uma parte das 23 categorias que disputam o troféu da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA não será premiada ao vivo.

Em uma iniciativa que causou polêmica entre os membros da Academia – mas que provavelmente será bem recebido pelo público em geral – , a entrega de oito troféus foi marcada para antes do início da transmissão oficial do Oscar, apenas para os convidados que chegarem com antecedência no Dolby Theatre, local da premiação.

As categorias que não serão premiadas ao vivo são: Melhor Edição, Design de Produção, Trilha Sonora, Som, Maquiagem e Cabelo, Curta, Curta Documental e Curta de Animação.

Os discursos de agradecimento dos vencedores destas categorias serão gravados, editados e apresentados de forma concisa durante a transmissão.

O Tony Awards, premiação do teatro americano, já utiliza um modelo semelhante. Mas a decisão gerou muita reclamação de cineastas, críticos de cinema e integrantes dos sindicatos das categorias afetadas. Mas ao contrário de outras ocasiões, em que a Academia reverteu medidas polêmicas, desta vez o barulho foi ignorado – e a gritaria nem foi tão alta quanto se poderia imaginar.

O motivo é evidente. Embora seja uma premiação de cinema, o Oscar é acima de tudo um programa de TV. E a rede americana ABC paga uma fortuna para a Academia por seus direitos de transmissão e comercialização. Nos últimos anos, porém, o retorno em audiência tem sido cada vez menor.

O corte no número de categorias premiadas ao vivo ocorre um ano após a exibição do Oscar atingir a menor audiência de sua História – 9,85 milhões de espectadores ao vivo e uma classificação desanimadora de 1,9 entre o público alvo dos anunciantes (entre 18 e 49 anos) em sua primeira apuração, que posteriormente foram ajustados para 10,4 milhões de espectadores e uma classificação de 2,12.

Em compensação, a Academia criou duas novas categorias na premiação. Numa iniciativa para aumentar o engajamento, levou adiante a inclusão do voto do público em Filme Favorito e Cena Favorita.

A votação popular aconteceu pelo Twitter com duas hashtags, respectivamente #OscarFanFavorite e #OscarsCheerMoment, e vale para qualquer filme lançado em 2021 — independentemente de ter sido indicado ao prêmio deste ano ou não.

O filme com mais votos dos fãs será reconhecido durante o evento desta noite. Mas isto não significa a entrega de um novo Oscar do Público. Será apenas uma menção. Já as cenas mais votadas serão exibidas durante a transmissão do Oscar.

A 94ª edição do Oscar vai acontecer no Teatro Dolby, em Los Angeles, com transmissão no Brasil pelo canal pago TNT e a plataforma de streaming Globoplay.