Divulgação/AMPAS

Oscar 2022 é nesta noite. Conheça os indicados

O Oscar 2022 acontece na noite deste domingo (23/3) no Dolby Theatre em Los Angeles, com apresentação de três comediantes: Wanda Sykes (“The Other Two”), Amy Schumer (“Viagem das Loucas”) e Regina Hall (“Nove Desconhecidos”).

Pela primeira vez fora da TV aberta brasileira desde que começou a ser transmitido pela TV Tupi em 1970, o evento poderá ser acompanhado ao vivo, a partir das 20h, pelo canal pago TNT e pela plataforma de streaming Globoplay (que vai abrir o sinal e permitir que o público assista gratuitamente).

A lista de indicados à premiação foi revelada em 8 de fevereiro. Entre surpresas e confirmações de expectativas, o filme com o maior número de citações é “Ataque dos Cães”, que disputa 12 prêmios e garantiu um momento histórico para Jane Campion. A cineasta neozelandeza se tornou a primeira mulher a disputar duas vezes o Oscar de Melhor Direção, após ter sido indicada pela primeira vez em 1994, com “O Piano”. Ela ainda concorre na categoria de Melhor Roteiro Adaptado.

“Ataque dos Cães” também é o filme com mais atores na 94ª edição do Oscar. Benedict Cumberbatch foi indicado a Melhor Ator, Kirsten Dunst a Atriz Coadjuvante e Jesse Plemons e Kodi Smit-McPhee entraram juntos na categoria de Ator Coadjuvante.

Outro marco foi alcançado por Denzel Washington, ao atingir sua 10ª indicação à honraria máxima do cinema, por seu desempenho em “A Tragédia de Macbeth”.

Uma das principais “surpresas” do Oscar apareceu justamente nas categorias de interpretação. Kristen Stewart, no primeiro reconhecimento da Academia americana a seu talento (após já ter vencido um César, o Oscar francês), acabou ficando com a vaga que Lady Gaga dava como quase certa, numa inversão do que aconteceu no prêmio do Sindicato dos Atores. Elogiadíssima pela crítica, a protagonista de “Spencer” tinha sido esnobada pelos colegas no SAG Awards, enquanto a cantora, sem a mesma unanimidade na imprensa, foi considerada pelo Sindicato dos Atores como uma das melhores atrizes do ano pelo risível “Casa Gucci”.

Mais uma surpresa positiva foi a presença de Penélope Cruz, que já tinha sido premiada como Melhor Atriz no Festival de Veneza por “Mães Paralelas” – drama espanhol que ainda disputa Melhor Trilha Sonora. Seu marido, Javier Bardem, também foi indicado como Melhor Ator por “Apresentando os Ricardos”, marcando um retorno do casal ao Oscar, após vencerem prêmios como Coadjuvantes.

Estas indicações se somam às inclusões do japonês “Drive My Car”, do dinamarquês “Flee” e do norueguês “A Pior Pessoa do Mundo” em mais categorias que a evidente Melhor Filme Internacional para reforçar uma tendência irreversível de internacionalização da Academia.

O Oscar, porém, não perdeu de vista seu legado hollywoodiano, representado pela inclusão de Steven Spielberg na disputa de Melhor Direção. O veterano cineasta alcançou uma marca histórica com a indicação, tornando-se o primeiro diretor a concorrer ao prêmio em seis décadas diferentes – nos anos 1970 por “Contatos Imediatos do Terceiro Grau”, nos 1980 por “Os Caçadores da Arca Perdida” e “ET: O Extraterrestre”, nos 1990 por “A Lista de Schindler” e “O Resgate do Soldado Ryan”, nos 2000 por “Munique”, nos 2010 por “Lincoln” e agora por “Amor, Sublime Amor”. Ele já venceu duas vezes.

Embora a lista da Academia tenha corrigido supostas distorções da temporada de premiação, graças à Disney acabou criando outra, com a inclusão de “Dos Oruguitas” e não o fenômeno “We Don’t Talk About Bruno” na disputa de Melhor Canção por “Encanto”. O estúdio simplesmente não inscreveu a música mais popular do desenho animado na competição! Em compensação, Beyoncé, Billie Eilish e o veterano Van Morrison foram confirmados com suas respectivas gravações e cantarão no evento.

Confira abaixo a lista completa dos indicados ao Oscar 2022.

Melhor Filme
“Belfast”
“Não Olhe Para Cima”
“Duna”
“Licorice Pizza”
“Ataque dos Cães”
“No Ritmo do Coração”
“Drive My Car”
“King Richard: Criando Campeãs”
“O Beco do Pesadelo”
“Amor, Sublime Amor”

Melhor Atriz
Jessica Chastain – “Os Olhos de Tammy Faye”
Olivia Colman – “A Filha Perdida”
Penélope Cruz – “Mães Paralelas”
Nicole Kidman – “Apresentando os Ricardos”
Kristen Stewart- “Spencer”

Melhor Ator
Javier Bardem – “Apresentando os Ricardos”
Benedict Cumberbatch – “Ataque dos Cães”
Andrew Garfield – “Tick, tick… Boom!”
Will Smith – “King Richard: Criando Campeãs”
Denzel Washington – “A Tragédia de Macbeth”

Melhor Atriz Coadjuvante
Jessie Buckley – “A Filha Perdida”
Ariana DeBose – “Amor, Sublime Amor”
Judi Dench – “Belfast”
Kirsten Dunst – “Ataque dos Cães”
Aunjanue Ellis – “King Richard: Criando Campeãs”

Melhor Ator Coadjuvante
Ciarán Hinds – “Belfast”
Troy Kotsur – “No Ritmo do Coração”
Jesse Plemons – “Ataque dos Cães”
J.K. Simmons – “Apresentando os Ricardos”
Kodi Smit-McPhee – “Ataque dos Cães”

Melhor Direção
Kenneth Branagh – “Belfast”
Ryûsuke Hamaguchi – “Drive My Car”
Jane Campion – “Ataque dos Cães”
Steven Spielberg – “Amor, Sublime Amor”
Paul Thomas Anderson – “Licorice Pizza”

Melhor Roteiro Adaptado
Sian Heder – “No Ritmo do Coração”
Ryûsuke Hamaguchi e Takamasa Oe – “Drive My Car”
Denis Villeneuve, Jon Spaihts e Eric Roth “Duna”
Maggie Gyllenhaal – “A Filha Perdida”
Jane Campion – “Ataque dos Cães”

Melhor Roteiro Original
Kenneth Branagh – “Belfast”
Adam McKay e David Sirota – “Não Olhe Para Cima”
Zach Baylin – “King Richard: Criando Campeãs”
Paul Thomas Anderson – “Licorice Pizza”
Eskil Vogt e Joachim Trier – “A Pior Pessoa do Mundo”

Melhor Fotografia
Greig Fraser – “Duna”
Ari Wegner – “Ataque dos Cães”
Dan Laustsen – “Beco do Pesadelo”
Bruno Delbonnel – “A Tragédia de Macbeth”
Janusz Kaminski – “Amor, Sublime Amor”

Melhor Edição
Hank Corwin – “Não Olhe Para Cima”
Joe Walker – “Duna”
Pamela Martin – “King Richard: Criando Campeãs”
Peter Sciberras – “Ataque dos Cães”
Myron Kerstein e Andrew Weisblum – “Tick, tick… Boom!”

Melhor Design de Produção
“Duna”
“Ataque dos Cães”
“O Beco do Pesadelo”
“A Tragédia de Macbeth”
“Amor, Sublime Amor”

Melhor Figurino
Jenny Beavan – “Cruella”
Massimo Cantini Parrini e Jacqueline Durran – “Cyrano”
Jacqueline West e Robert Morgan – “Duna”
Luis Sequeira – “O Beco do Pesadelo”
Paul Tazewell – “Amor, Sublime Amor”

Maquiagem e Penteado
“Um Príncipe em Nova York 2”
“Cruella”
“Duna”
“Os Olhos de Tammy Faye”
“Casa Gucci”

Efeitos Visuais
“Duna”
“Free Guy”
“007 – Sem Tempo Para Morrer”
“Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis”
“Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa”

Melhor Som
“Belfast”
“Duna”
“007 – Sem Tempo Para Morrer”
“Ataque dos Cães”
“Amor, Sublime Amor”

Melhor Trilha Sonora
Nicholas Britell – “Não Olhe Para Cima”
Hans Zimmer – “Duna”
Germaine Franco – “Encanto”
Alberto Iglesias – “Mães Paralelas”
Jonny Greenwood – “Ataque dos Cães”

Canção Original
“Be Live”, de Beyoncé Knowles-Carter e Darius Scott – “King Richard: Criando Campeãs”
“Dos Oruguitas”, de Lin-Manuel Miranda – “Encanto”
“Down To Joy”, de Van Morrison – “Belfast”
“No Time to Die”, de Billie Eilish e Finneas O’Connell – “007 – Sem Tempo Para Morrer”
“Somehow You Do”, de Diane Warren -“Four Good Days”

Melhor Filme Internacional
“Drive My Car” (Japão)
“Flee” (Dinamarca)
“A Mão de Deus” (Itália)
“A Felicidade das Pequenas Coisas” (Butão)
“A Pior Pessoa do Mundo” (Noruega)

Melhor Animação
“Encanto”
“Flee”
“Luca”
“A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas”
“Raya e o Último Dragão”

Melhor Documentário
“Ascension”
“Attica”
“Flee”
“Summer of Soul (Ou, Quando a Revolução Não Pode Ser Televisionada)”
“Writing With Fire”

Melhor Curta-Metragem
“Ala kanchuu – Take and run”
“The Long Goodbye”
“The Dress”
“On My Mind”
“Please Hold”

Melhor Curta de Animação
“Affairs of the art”
“Bestia”
“Boxballet”
“Robin Robin”
“The Windshield Wiper”

Melhor Documentário de Curta-Metragem
“Audible”
“The Queen of Basketball”
“Lead Me Home”
“Three Songs For Benazir”
“When We Were Bullies”