Halloween mantém sucesso monstruoso nas bilheterias da América do Norte



O novo lançamento da franquia “Halloween” bisou sua liderança nas bilheterias da América do Norte em seu segundo fim de semana em cartaz. Com mais US$ 32 milhões, atingiu US$ 126,6 milhões no mercado doméstico, tornando-se um dos filmes de terror mais bem-sucedido nos cinemas dos Estados Unidos e Canadá. Vale lembrar que ele custou apenas US$ 10 milhões para ser filmado.

O sucesso monstruoso, na verdade, é mundial. A volta do psicopata mascarado Michael Myers também liderou o mercado internacional entre sexta e domingo (28/10), ajudando o montante global a atingir US$ 172,2 milhões.

Dirigido por David Gordon Green, o novo “Halloween” é uma sequência do filme clássico comandado por John Carpenter em 1978, que ignora todas as continuações e remakes feitos depois do original para trazer de volta a atriz Jamie Lee Curtis ao papel da sobrevivente Laurie Strode, 40 anos depois.

Curiosamente, “Halloween” não foi o único filme que manteve a mesma posição da semana passada. “Nasce uma Estrela”, “Venom” e “Goosebumps 2 – Halloween Assombrado” guardaram as mesmas classificações, entre o 2º e o 4º lugares. No mercado mundial, “Nasce uma Estrela” cruzou a marca de US$ 250 milhões, ampliando o lucro do musical orçado em US$ 36 milhões, e “Venom” superou os US$ 500 milhões, cinco vezes o valor de seu orçamento de produção.

A única estreia ampla da semana foi “Fúria em Alto Mar”, thriller genérico estrelado por Gerard Butler, que abriu em 5º lugar com bilheteria doméstica de US$ 6,6 milhões e média de 36% de aprovação no Rotten Tomatoes. Com esse desempenho, deve ficar pouco tempo em cartaz para chegar logo ao que deveria ser seu mercado original, o streaming.

Apesar da falta de novidades da semana, houve um intruso inesperado no Top 10. O drama indie “Mid90s”, que marca a estreia na direção do ator Jonah Hill (“Anjos da Lei”), ampliou seu circuito e chegou ao 10º lugar, após lançamento limitado na semana passada. Os US$ 3,3 milhões de sua arrecadação surpreendem menos que os 78% de aprovação e os elogios rasgados.

As demais estreias da América do Norte tiveram distribuição em menos de mil salas e ficaram abaixo do ranking e da crítica, entre eles “Johnny English 3.0”, que largou em 12º com US$ 1,6 milhão e foi enterrado com 32% de aprovação, e “London Fields”, último filme em que o ex-casal Amber Heard e Johnny Depp dividiram as telas, que bateu recorde negativo de bilheteria e reprovação (saiba mais aqui).

Confira abaixo os rendimentos dos 10 filmes mais vistos no final de semana nos Estados Unidos e no Canadá, e clique em seus títulos para ler mais sobre cada produção.

BILHETERIAS: TOP 10 América do Norte

1. Halloween
Fim de semana: US$ 32m
Total EUA e Canadá: 126,6m
Total Mundo: US$ 172,2m



2. Nasce uma Estrela
Fim de semana: US$ 14,1m
Total EUA e Canadá: US$ 148,7m
Total Mundo: US$ 253,3m

3. Venom
Fim de semana: US$ 10,8m
Total EUA e Canadá: US$ 187,2m
Total Mundo: US$ 508,3m

4. Goosebumps 2 – Halloween Assombrado
Fim de semana: US$ 7,5m
Total EUA e Canadá: US$ 38,3m
Total Mundo: US$ 62,5m

5. Fúria em Alto Mar
Fim de semana: US$ 6,6m
Total EUA e Canadá: US$ 6,6m
Total Mundo: US$ 8m

6. O Ódio que Você Semeia
Fim de semana: US$ 5,1m
Total EUA e Canadá: US$ 18,3m
Total Mundo: US$ 19,6m

7. O Primeiro Homem
Fim de semana: US$ 4,9m
Total EUA e Canadá: US$ 37,8m
Total Mundo: US$ 74,4m

8. PéPequeno
Fim de semana: US$ 4,7m
Total EUA e Canadá: US$ 72,5m
Total Mundo: US$ 167,5m

9. Operação Supletivo – Agora Vai!
Fim de semana: US$ 3,2m
Total EUA e Canadá: US$ 71,4m
Total Mundo: US$ 90,5m

10. Mid90s
Fim de semana: US$ 3m
Total EUA e Canadá: US$ 3,3m
Total Mundo: US$ 3,3m


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings