Demi Lovato decide vender a casa em que quase morreu de overdose

A cantora e atriz Demi Lovato resolveu colocar à venda a casa em que quase morreu, após sofrer uma overdose em 24 de julho.

Segundo o site TMZ, o valor estipulado para a venda é de US$ 9,5 milhões (cerca de R$ 39,5 milhões).

Localizada praticamente no topo de Hollywood Hills, a casa de luxo tem 515,3 m², com quatro quartos e cinco banheiros. Entretanto, há um detalhe que pode fazer os interessados pensarem duas vezes. Em janeiro de 2017, o imóvel correu risco de escorregar pela encosta das famosas colinas hollywoodianas, depois de o solo da propriedade ser afetado por tempestades. Na época, um deslizamento de terra chegou a cair sobre a garagem, comprometendo a encosta.

O imóvel foi adquirido pela pop star em setembro de 2016 por US$ 8,3 milhões. Desde o incidente, ela ainda não retornou ao local.

Um traficante se identificou em vídeo para o TMZ, afirmando que ter levado drogas para Demi, após ela lhe ligar às 4 da manhã. Quando ele saiu da residência, ela já estava desacordada. E só não morreu porque foi encontrada cedo por sua assistente, que imediatamente chamou os serviços de emergência.

Demi Lovato passou dez dias internada no hospital, de onde saiu para uma clínica de desintoxicação.