Marion Cotillard rechaça fofocas, anuncia gravidez e declara amor ao pai de seus filhos



A atriz Marion Cotillard resolveu se pronunciar após ser pontada por tabloides como um dos motivos da separação de Brad Pitt e Angelina Jolie. No que chamou de “primeiro e único” pronunciamento sobre o assunto, ela ressaltou que não costuma comentar “esse tipo de coisas nem levá-las a sério”, mas decidiu falar porque a situação estava afetando pessoas que ela ama, e completou anunciando que estava grávida de seu segundo filho com o namorado, o também ator Guillaume Canet.

“Em primeiro lugar, muitos anos atrás, eu conheci o homem da minha vida, pai do nosso filho e do bebê que eu estou esperando. Ele é o meu amor, o meu melhor amigo, o único que eu preciso”, escreveu a atriz.

“Em segundo lugar, àqueles que têm sugerido que estou arrasada, eu estou muito bem, obrigada. Essa conversa fabricada não é angustiante. E a todos os meios de comunicação e aos inimigos que são rápidos para julgar, eu sinceramente desejo-lhe uma rápida recuperação. Finalmente, eu desejo que Angelina e Brad, a quem eu respeito profundamente, encontrem paz neste momento muito tumultuado”, completou Marion.

Foi o jornal New York Post quem publicou que Brad Pitt teria traído Angelina Jolie com a atriz francesa. Segundo o tabloide nova-iorquino, Angelina estaria desconfiada e contratou um detetive particular para investigar o quanto Brad Pitt tinha ficado íntimo de Marion Cotillard, durante as filmagens do vindouro thriller “Aliados”. Citando fonte anônima, a publicação afirmou que ela teria obtido a prova que buscava.



Até o momento, Brad Pitt tem evitado se pronunciar de forma contundente, como fez Cotillard, mas, segundo fontes do jornal inglês Daily Mail, não estaria gostando nada das justificativas para o divórcio que têm aparecido na mídia. Como Angelina Jolie montou um quartel general para lidar com a separação, há desconfiança de que as fofocas estejam partindo da equipe de sua esposa, visando retratar o ator como um mau caráter.

Além da traição, que apareceu no jornal nova-iorquino e se espalhou pelo mundo, o site TMZ ouviu de uma fonte que a atriz não suportou o suposto alcoolismo de Brad e seu vício em maconha, além de seus problemas para lidar com sua raiva, o que “ela considera prejudicial para a estabilidade emocional dos filhos”.

Nos documentos da separação, Jolie alega “diferenças irreconciliáveis” e “por saúde” de sua família como motivos de sua separação, após mais de dez anos de relacionamento. A atriz deu entrada no pedido de divórcio na última segunda-feira (19/9), representada por Laura Wessler, famosa advogada de divórcios nos Estados Unidos. Ela também representou a atriz em sua separação anterior, do ator Billy Bob Thorton.



Wilson Vianna é jornalista, fã de séries e filmes, mas se diverte mesmo com celebridades que se levam à sério.



Back to site top
Change privacy settings