Brad Pitt foi pego de surpresa e divórcio de Angelina Jolie pode virar guerra



Brad Pitt foi pego de surpresa pelo pedido de divórcio de Angelina Jolie. Segundo a revista Us Weekly, o ator só soube que estaria se divorciando na segunda (19/9), quando a esposa lhe apresentou os documentos de separação. De acordo com a publicação, ele ficou devastado, o que reflete a declaração para a revista People de que estaria “muito triste”.

Apesar de Angelina Jolie ter descomplicado o divórcio, ao não buscar pensão, requerendo apenas a guarda dos filhos, a separação não deve ocorrer tão tranquilamente quanto as primeiras notícias davam a entender. Uma fonte disse ao site TMZ que o ator pretende lutar pela guarda dos filhos, contra o pedido da esposa de manter a custódia de todos eles, permitindo apenas visitas do pai.

“Ela está sonhando se acha que vai tirar os filhos dele facilmente. Não há nenhuma chance disso acontecer. Angelina é uma ótima mãe e Brad não quer tirar os filhos dela, mas não quer ser frustrado disso também”, contou a fonte.

Angelina, por sua vez, resolveu montar um quartel general para lidar com sua separação. Segundo o jornal Daily Mail, ela alugou uma casa para poder se reunir com sua equipe de advogados e alinhar os detalhes da separação.

A publicação afirma que ela criou um tipo de “quarto de guerra” para falar sobre o processo de forma sigilosa.

Apesar do clima tenso, Brad Pitt não quer tornar a briga pública e estaria pedindo para amigos não tomarem partido nem falarem mal de Angelina. E a mensagem parece ter sido entendida. “Eles têm evitado criticá-la enquanto defendem Brad”, disse uma fonte ao Daily Mail.


Entretanto, o astro não gostou das justificativas para o divórcio que teriam partido da equipe de sua esposa, que buscam retratá-lo como um mau caráter.

Nos documentos da separação, Jolie alega “diferenças irreconciliáveis” e “por saúde” de sua família como motivos de sua separação. O site TMZ apurou que a atriz não suportou o suposto alcoolismo de Brad e seu vício em maconha, além de seus problemas para lidar com sua raiva, o que “ela considera prejudicial para a estabilidade emocional dos filhos”. Já o jornal New York Post publicou que o verdadeiro motivo foi uma traição de Brad Pitt com Marion Cotillard, durante as filmagens do vindouro thriller “Aliados”.

“Brad ainda se importa muito com Angelina e a respeita como mãe de seus filhos. Porém, depois do que foi dito nas últimas 24 horas, sobre ele usar drogas e beber muito e sobre um suposto romance com Marion Cotillard, ele só quer abafar a história”, disse uma fonte ao Daily Mail.

Sobre Angelina querer parecer “boazinha” ao dispensar pensão no pedido de divórcio, a fonte revelou que é jogo de cena, pois o casal assinou um acordo pré-nupcial, que garante que cada um sairá do casamento com a fortuna que já tinha antes da união, e só dividirão os bens que adquiriram juntos, sem direito a pensão para nenhum dos lados.

A propriedade de maior valor que eles compraram juntos foi o Chateau Miraval, na França, adquirida por US$ 60 milhões (R$ 195 milhões) em 2008.

O mesmo contrato teria uma cláusula específica que diz que se Brad fosse infiel à Angelina, ela ficaria com a guarda das crianças. Por isso, o nome de Marion Cotillard teria entrado na história. A atriz francesa, por sinal, ficou chocada quando se viu citada como pivô da separação. Amigos de Cotillard alegam que ela é muito feliz com o ator Guillaume Canet e jamais faria isso.



Wilson Vianna é jornalista, fã de séries e filmes, mas se diverte mesmo com celebridades que se levam à sério.



Back to site top
Change privacy settings