Guillaume Canet pede fim das fofocas sobre Brad Pitt e declara amor a Marion Cotillard



O ator e diretor francês Guillaume Canet publicou um desabafo nas redes sociais sobre os boatos de que sua mulher, a atriz Marion Cotillard, seria responsável pelo divórcio de Brad Pitt e Angelina Jolie, anunciado na última segunda-feira (19/9), ao mesmo tempo em que manifestou seu apoio e seu amor à companheira de mais de uma década.

Apesar de a atriz ter negado qualquer envolvimento com Brad Pitt, declarado seu amor a Canet e revelado que está grávida, a repercussão da polêmica ganhou tanta dimensão que Guillaume decidiu reagir, criticando o que chamou de “acusações estúpidas e sem fundamento” da imprensa internacional. “Eu normalmente não costumo comentar sobre rumores feitos sobre nós… Eu não costumo falar sobre a minha vida pessoal, que até agora sempre foi protegida por mim… Mas a fúria dos tabloides, a estupidez de algumas pessoas que se denominam jornalistas, o ódio de alguns usuários da internet que se sentem mais fortes atrás de um teclado, me fizeram mostrar o orgulho, o amor, respeito e a admiração que tenho por Marion, que segue de forma inteligente e tão forte de todas estas acusações estúpidas e sem fundamento”, afirmou ele.

Infelizmente, as fofocas levaram à ataques pessoais de fãs de Angelina Jolie contra Marion na internet. E Canet espera que seu desabafo coloque um ponto final nessa estupidez. “Agora é hora de seguir em frente e elevar um pouco o nível. Embora isso seja muito trabalho para alguns, eu quero ser positivo. E, como disse Marion, eu também espero que você faça coisas melhores para almejar algo melhor em sua vida do que ficar apenas desejando merda para os outros”, ressaltou ele.

Foi o jornal New York Post quem publicou que Brad Pitt teria traído Angelina Jolie com a atriz francesa. Segundo o tabloide nova-iorquino, Angelina estaria desconfiada e contratou um detetive particular para investigar o quanto Brad Pitt tinha ficado íntimo de Marion Cotillard, durante as filmagens do vindouro thriller “Aliados”. Citando fonte anônima, a publicação afirmou que ela teria obtido a prova que buscava.



Até o momento, Brad Pitt tem evitado se pronunciar de forma contundente, como fez Cotillard e agora Canet, mas, segundo fontes do jornal inglês Daily Mail, não estaria gostando nada das justificativas para o divórcio que têm aparecido na mídia. Como Angelina Jolie montou um quartel general para lidar com a separação, há desconfiança de que as fofocas estejam partindo da equipe de sua esposa, visando retratar o ator como um mau caráter.

Além da traição, que apareceu no jornal nova-iorquino e se espalhou pelo mundo, uma fonte do site TMZ plantou que a atriz não suportou o suposto alcoolismo de Brad e seu vício em maconha, além de seus problemas para lidar com sua raiva, o que “ela considera prejudicial para a estabilidade emocional dos filhos”. A situação teria estourado durante um surto de violência de Brad contra um de seus filhos, durante um voo num jato particular.

Nos documentos da separação, Jolie alega “diferenças irreconciliáveis” e “por saúde” de sua família como motivos de sua separação, após mais de dez anos de relacionamento. A atriz deu entrada no pedido de divórcio na última segunda-feira (19/9), representada por Laura Wessler, famosa advogada de divórcios nos Estados Unidos. Ela também representou a atriz em sua separação anterior, do ator Billy Bob Thorton.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings