Divulgação/CBS

“Magnum” é resgatada e terá mais duas temporadas

A série “Magnum”, cancelada no começo de maio pela rede CBS, vai voltar a ser produzida para ser exibida num canal rival nos EUA. A rede NBC deu sinal verde para os produtores desenvolverem duas temporadas inéditas da atração, com 10 episódios cada.

O acordo foi facilitado pela participação da Universal Television na produção da série, em parceria com o CBS Studios. A Universal Television faz parte do mesmo conglomerado (NBCUniversal) do canal NBC. Além disso, a NBC já teve sucesso com o resgate de outra série cancelada por rival: após ser cancelada pela Fox, a comédia “Brooklyn Nine-Nine” retornou com uma audiência 71% maior na NBC em 2019.

A decisão da CBS de cancelar “Magnum” foi um choque para os produtores e também para o mercado, porque a atração estrelada por Jay Hernandez e ambientada no Havaí tinha uma média de cerca de 7,4 milhões de espectadores e liderava seu horário de exibição nas noites de sexta-feira nos EUA.

A série era a última produção do CBS Studios criada por Peter M. Lenkov, após o produtor ser demitido em 2020 por denúncias de mau comportamento no ambiente de trabalho. Ele também era responsável pelos reboots de “Hawai Five-0” e “MacGyver”, anteriormente canceladas.

Jay Hernandez (o El Diablo do filme do “Esquadrão Suicida”) vivia a nova versão do detetive particular eternizado por Tom Selleck nos anos 1980, que desta vez aparecia acompanhado por uma parceira feminina: a atriz galesa Perdita Weeks (“Penny Dreadful”), numa reinvenção do papel de Higgins.

“Magnum” é disponibilizada em streaming no Brasil pela Globoplay, e a mudança de canal nos EUA não deve alterar esse acordo.