Divulgação/Apple TV+

Apple TV+ supera Disney+ e Amazon no Emmy 2022

Com muito menor investimento em conteúdo que as empresas rivais de streaming, a Apple TV+ conseguiu se estabelecer como a quarta força criativa do Emmy 2022, conquistando 51 indicações ao principal prêmio da indústria televisiva dos EUA. A relação foi revelada nesta terça-feira (12/7) pela Academia de Televisão.

Embora muito distante das poderosas HBO/HBO Max (130 indicações) e Netflix (105), chegou bem perto da surpreendente performance da Hulu/Star+ (58) e deixou para trás concorrentes com orçamentos significativamente maiores, como Disney+ (34) e Amazon Prime Video (30), além de todas as redes da TV aberta.

O segredo da Apple é a curadoria. Produz menos séries, mas elas são melhores que as dos rivais. E não apenas séries. A Apple TV+ se tornou neste ano o primeiro serviço de streaming a conquistar o Oscar de Melhor Filme com “No Ritmo do Coração” – lançado pela plataforma nos EUA.

A empresa já tinha conquistado os importantes Emmy de Melhor Série de Comédia e Melhor Ator de Série de Comédia no ano passado com “Ted Lasso” e seu intérprete, Jason Sudeikis. E neste ano está disposta a repetir a dose. A atração foi indicada em nada menos que 20 categorias, voltando a concorrer como Melhor Série e Ator de Comédia, entre outras.

O sucesso de crítica “Ruptura”, dirigido por Ben Stiller, também fez bonito, com 14 indicações, seguido por “Schmigadoon!” (4), “The Morning Show” (3), “Foundation” (2) e “Pachinko” (2), sem esquecer o talk show “The Problem with Jon Stewart” (2) e séries indicadas em apenas uma categoria: “Central Park”, “Carpool Karaoke”, “See”, “Lisey’s Story” e “They Call Me Magic”.

Como se vê, embora “Ted Lasso” e “Ruptura” tenham se destacado, vários programas da plataforma foram considerados entre as melhores produções da temporada.