Divulgação/HBO

Frank Langella é demitido de série após acusação de assédio sexual

O veterano ator Frank Langella foi demitido da produção de “The Fall of the House of Usher”, minissérie de terror da Netflix baseada no clássico da literatura gótica “A Queda da Casa Usher”, de Edgar Allan Poe.

Langella foi objeto interna de uma investigação, após uma denúncia, que foi concluída nesta quarta (13/4). A decisão foi tomada após a constatação de que o ator esteve envolvido em conduta inaceitável no set.

De acordo com o site TMZ, ele supostamente fez uma piada inapropriada de natureza sexual e tocou na perna de uma atriz, questionando se ela havia gostado.

Após a análise de depoimentos sobre o acontecimento, foi tomada a decisão de reformular o papel do ator na atração.

A produção da minissérie, comandada por Mike Flanagan (“Missa da Meia-Noite”), já tinha concluído metade das gravações previstas. Mas agora as cenas já realizadas por Langella precisarão ser refeitas com um novo ator.

Indicado ao Oscar por “Frost/Nixon” (2008), Langella venceu quatro Tony Awards, o prêmio maior do teatro americano, e seu trabalho mais recente era outra produção da Netflix, “Os 7 de Chicago” (2020), onde interpretou um juiz intransigente.

A minissérie representava seu primeiro terror deste século – ele não trabalhava no gênero desde “O Último Portal” (1999), de Roman Polanski. O ator veterano, que já viveu Drácula em 1979, dava vida a Roderick Usher, papel famosamente interpretado por Vincent Price na adaptação do texto de Poe dirigida por Roger Corman em 1960.

Publicado em 1893, o conto de Poe é um mergulho na loucura, isolamento e identidades metafísicas, que gira em torno de uma visita à casa de Roderick Usher, onde os irmãos moradores encontram-se sob uma estranha maldição.

A obra já ganhou várias adaptações no cinema. A mais antiga foi produzida em 1928 com roteiro do mestre do surrealismo Luis Buñuel. A mais famosa foi justamente a de 1960, lançada no Brasil com o título de “O Solar Maldito” e considerada a obra-prima das carreiras do diretor Roger Corman e do ator Vincent Price.

Não há previsão para o lançamento da versão de Flanagan.