Divulgação/Globo

Confinados do “BBB” desconfiam de tragédia pela seriedade de Tadeu Schmidt

A seriedade do apresentador Tadeu Schmidt no comando do “BBB 22” de quinta-feira (30/3) chamou a atenção dos dez finalistas do programa. Durante o intervalo da TV aberta, os confinados comentaram que ele estava mais sério que o normal, sem retribuir algumas brincadeiras ou se estender com comentários divertidos.

O motivo foi o acidente grave sofrido por Rodrigo Mussi, integrante desta edição do “BBB”, na madrugada passada em São Paulo. Na despedida do programa, ele informou a situação para os telespectadores. “Nós entramos em contato com a família do Rodrigo, que nos informou que o estado de saúde dele é delicado, porém estável. Estamos todos torcendo muito pela recuperação do Rodrigo”, comunicou.

Sem saber o que aconteceu, os brothers e sisters especularam.

“Será que aconteceu alguma coisa, ninguém fez nada ontem não, né, gente?”, questionou Linn da Quebrada, desconfiando de alguma confusão em sua festa.

“Será que é lá fora, gente, com alguém importante?”, ponderou Eslovênia Marques, mais próxima da verdade.

Arthur Aguiar concluiu: “Talvez tenha acontecido alguma coisa séria e ele não está no clima de brincadeira. Ele nunca ficou tão sério assim”. Todos concordaram: “Nunca!”.

Numa conversa com Eliezer e Eslovênia, Paulo André teve um pressentimento: “Tomara que não tenha acontecido nenhuma tragédia [fora da casa]”.

Eliezer concordou com o esportista: “Ah é, tomara mesmo… Nenhuma tragédia no mundo”. “Realmente, ia ser bizarro”, acrescentou Eslô.

Os brothers não têm conhecimento sobre o estado de saúde de Rodrigo, que teria sido jogado para fora do carro de aplicativo em que estava, numa colisão com um caminhão às 3h de quinta. Ele está internado no Hospital das Clínicas, em São Paulo, e já passou por cirurgia no cérebro para drenar uma hemorragia. Apesar de ter outras lesões, como duas fraturas expostas, a da cabeça seria a que mais preocupa os médicos.

A equipe de Mussi confirmou, numa nova atualização, que seu estado de saúde é considerado “delicado”. Após a cirurgia, ele vai permanecer em observação por 48 horas “para que sejam definidos os próximos procedimentos e medicações. “Ele está na UTI e sedado”, informou a assessoria em nota publicada nas redes sociais.