Twitter/Johnny Depp

Amber Heard deve testemunhar contra Johnny Depp na próxima semana

A atriz Amber Heard será a primeira testemunha a depor em sua defesa no julgamento de difamação de US$ 50 milhões movido por Johnny Depp no condado de Fairfax, na Virgínia, EUA.

O dia exato do depoimento da atriz vai depender do tempo tomado pelas testemunhas convocadas pela acusação, que estão atualmente depondo no processo.

Nesta semana, a equipe de acusação trouxe vários ex-funcionários para testemunhar em favor do ator, mas ainda pretende confrontar o colega James Franco (“Artista do Desastre”) e o bilionário Elon Musk, que acaba de comprar o Twitter, por supostamente terem sido amantes de Heard durante seu casamento com Depp. Por outro lado, o advogado do ator já dispensou o testemunho de Paul Bettany (o Visão de “WandaVison”), com quem Depp trocou mensagens brutais sobre Heard.

Representantes de Heard não confirmaram os planos da defesa, mas o site Deadline afirma ter ouvido de fontes que ela pode dar seu depoimento já na próxima semana, se tudo correr conforme os planos. “É difícil ver como Amber não se provará uma arma altamente eficaz contra Depp em sua própria defesa”, disse um membro da indústria com conexões com os dois campos.

O julgamento acontece de segunda a quinta-feira, com a participação presencial de Depp e Heard, acompanhados por seus respectivos advogados. Mas será interrompido entre 9 e 12 de maio, porque a juíza Penny Azcarate, responsável pelo caso, tem uma conferência pré-agendada nessa data.