Divulgação/ABC News

Alec Baldwin deleta conta no Twitter após entrevista emocional

Alec Baldwin e sua esposa, Hilaria Baldwin, excluíram suas contas oficiais do Twitter após a repercussão da primeira entrevista exclusiva do ator sobre a tragédia no set do filme “Rust”, que resultou na morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins. A conversa aconteceu com George Stephanopoulos, da emissora ABC News.

A conta @AlecBaldwin foi retirada da rede social e pesquisas resultam na mensagem “esta conta não existe”. No entanto, ele mantém um conta secundária, com nome @AlecBaldwIn__, sem uso há mais de um ano e que se tornou privada nesta semana, com acesso apenas a seguidores autorizados.

Foi por meio da conta deletada que Baldwin publicou sua primeira declaração sobre incidente de 21 de outubro, quando um tiro disparado de sua arma cenográfica matou a diretora de fotografia de “Rust”.

Na entrevista exibida pela ABC News na noite de quinta (2/12), o ator se mostrou bastante emocionado e disse acreditar que sua carreira tenha acabado. “Eu não dou a mínima para a minha carreira mais. Talvez ela tenha acabado”, ele declarou.

Durante a conversa, Baldwin explicou que não apertou o gatilho da arma que causou a morte da cinematógrafa. “Eu mexi no cão da arma, porque era isso que eles precisavam que eu fizesse na cena. Eu puxei e falei [para Hutchins]: ‘Está bom assim? Consegue ver?’. Quando soltei o cão, a arma disparou”, contou.

Reiterando que “jamais puxaria o gatilho de qualquer arma quando ela estivesse apontada para alguém”, Baldwin disse que ficou chocado ao ver a diretora de fotografia cair no chão.

Inicialmente, ele achou que ela tinha desmaiado. “Eu só fui ter noção de que havia uma bala de verdade dentro da minha arma e ela tinha sido atingida depois de 45 minutos, uma hora”, explicou. “Quando dei minha primeira declaração para a polícia, me disseram que ela não tinha sobrevivido. Só fiquei sabendo naquele momento”, comentou ainda.

São deste momento as fotos que circularam na internet, mostrando Balwin chorando ao telefone.

Além de Hutchins, a bala disparada da arma de Baldwin também atingiu o ombro do diretor de “Rust”, Joel Souza, que sobreviveu.

A investigação criminal está sendo conduzida pelo Gabinete do Xerife da Comarca de Santa Fé e pelo Primeiro Procurador do Distrito Judicial do Novo México, e pode levar meses para ser concluída. Mas mesmo com a investigação em andamento, integrantes da equipe de “Rust” já deram entrada em processos contra os produtores do filme, incluindo Alec Baldwin.