Instagram/Alec Baldwin

Alec Baldwin acredita que sua carreira acabou

Durante sua primeira entrevista longa, detalhada e exclusiva desde a morte trágica da diretora de fotografia Halyna Hutchins, Alec Baldwin disse acreditar que sua carreira acabou após o acidente no set do filme “Rust”.

“Eu não dou a mínima para a minha carreira mais. Talvez ela tenha acabado”, ele declarou ao jornalista George Stephanopoulos, do canal de notícias ABC News, na noite de quinta (2/12).

Reforçando que “não consegue se imaginar” segurando uma arma novamente em um set de filmagens, ele confessou que não se importaria se nunca mais filmasse novamente, indicando que pode se aposentar.

Ainda muito abalado pela morte da colega de trabalho, atingida por uma bala que saiu de seu revólver num ensaio da produção, ele defendeu o direito da família de Hutchins processá-lo, mas jurou não ter culpa nem sentir-se culpado pela tragédia. Mas isso não impede sua devastação.

“Talvez eu tivesse me matado se achasse que era realmente culpado, e não digo isso de forma leviana. Tenho sonhos com isso constantemente. Enfrento o meu dia, consigo chegar até o final, mas desabo quando chego e casa. Emocionalmente, desabo”, comentou.

Durante a entrevista, Baldwin explicou que não apertou o gatilho da arma que causou a morte da cinematógrafa. “Eu mexi no cão da arma, porque era isso que eles precisavam que eu fizesse na cena. Eu puxei e falei [para Hutchins]: ‘Está bom assim? Consegue ver?’. Quando soltei o cão, a arma disparou”, contou.

Reiterando que “jamais puxaria o gatilho de qualquer arma quando ela estivesse apontada para alguém”, Baldwin disse que ficou chocado ao ver a diretora de fotografia cair no chão.

Inicialmente, ele achou que ela tinha desmaiado. “Eu só fui ter noção de que havia uma bala de verdade dentro da minha arma e ela tinha sido atingida depois de 45 minutos, uma hora”, explicou. “Quando dei minha primeira declaração para a polícia, me disseram que ela não tinha sobrevivido. Só fiquei sabendo naquele momento”, comentou ainda.

São deste momento as fotos que circularam na internet, mostrando Balwin chorando ao telefone, com o corpo completamente curvado.

Além de Hutchins, a bala disparada da arma segurada por Baldwin atingiu o ombro do diretor de “Rust”, Joel Souza, que sobreviveu.

A investigação criminal está sendo conduzida pelo Gabinete do Xerife da Comarca de Santa Fé e pelo Primeiro Procurador do Distrito Judicial do Novo México, e pode levar meses para ser concluída. Mas mesmo com a investigação em andamento, integrantes da equipe de “Rust” já deram entrada em processos contra os produtores do filme, incluindo o ator Alec Baldwin.