Divulgação/UMG

Luísa Sonza confirma separação de Vitão após clipe quente

A separação de Luísa Sonza e Vitão agora é oficial. Seis dias após a notícia circular nas redes sociais, a assessoria de imprensa da cantora confirmou a informação.

O casal tinha assumido o namoro publicamente em setembro do ano passado ao compartilhar um álbum de fotos em clima de intimidade. O relacionamento foi alvo de muitos ataques de fãs de Whindersson Nunes, ex-marido da artista, que acusavam ela de ter traído o youtuber com o cantor.

Esta história acabou desmentida, mas voltou com força dobrada quando o filho de Whindersson Nunes e Maria Lina morreu após o nascimento prematuro. Supostos “fãs” culparam Luísa por causar estresse à família.

O clima ficou tão pesado que Luísa apareceu chorando nas rede sociais e adiou o lançamento de seu segundo álbum, “Doce 22”, de junho para o dia 18 de julho, dia de seu aniversário. Com o lançamento, o álbum estourou nos streams nas plataformas digitais.

O clipe mais recente extraído do disco, “Mulher do Ano”, parecia indicar que o namoro da cantora com Vitão estava firme e forte, com cenas supostamente quentes demais para o YouTube. O barulho causado pelo inexplicado bloqueio do vídeo há duas semanas fez com que ficasse entre os mais vistos da plataforma após reaparecer no rastro de uma denúncia de censura feita pela cantora.

Menos de uma semana após aparecerem apaixonados no clipe, o casal voltou para os assuntos mais comentados da internet por boatos surgidos após Whindersson Nunes e Maria Lina anunciarem o fim do noivado. A coincidência bastou para os haters voltarem a demonstrar o que há de pior na subcultura dos fã-clubes.

Na quinta (19/8), em desabafo nas redes sociais, Luísa Sonza reforçou a seriedade dos ataques na internet e as consequências que mensagens de ódio podem desencadear.

“Mano, vocês ainda não entenderam que fazer comentários destrutivos sobre o outro MATA?”, ela questionou em seu Twitter. “Eu não sei mais como falar para vocês”.

A cantora ainda lembrou de Lucas Santos, filho de 16 anos da cantora Walkyria Santos, da banda Magníficos, que se suicidou após sofrer homofobia nas redes sociais. “Um menino SE MATOU por conta disso faz alguns dias e vocês ainda não param de fazer isso? Vocês querem o que? Matar mais um?”.