Instagram/Britney Spears

Britney Spears chora e consegue direito de escolher seu próprio advogado

A cantora Britney Spears chorou e ganhou nesta quarta-feira (14/7) o direito de escolher seu próprio advogado para ajudá-la a encerrar a tutela de 13 anos de seu pai, que controla sua vida pessoal e profissional.

Durante a audiência judicial, realizada por teleconferência, Britney foi às lágrimas ao implorar para que Jamie Spears fosse removido imediatamente do acordo legal.

“Você está permitindo que meu pai arruíne minha vida”, disse Britney Spears à juiza Brenda Penny, por telefone. “Eu tenho que me livrar do meu pai e acusá-lo de abuso de tutela.”

O novo encontro de Britney com a Justiça de Los Angeles aconteceu três semanas depois dela expressar publicamente o desejo de que sua tutela “abusiva” acabasse, descrevendo a relação com o pai como escravidão. Embora tenha sido ignorado na ocasião pela juíza encarregada do caso, o forte depoimento de 20 minutos acabou tendo consequências práticas, ao sensibilizar profissionais ligados ao caso.

Uma das repercussões foi o pedido de demissão de Sam Ingham, advogado que representou a cantora durante todo o período tutelar.

Ingham não foi escolhido por Britney, mas indicado pela Justiça para ser seu representante legal após uma audiência de dez minutos que impôs a tutela de Jamie Spears à cantora em 2008.

No depoimento do mês passado, Britney afirmou que construiu uma relação amistosa com o advogado, mas denunciou que foi desencorajada por ele de seguir adiante com o pedido de encerramento da tutela, e que por anos ela nem sabia que poderia ter esse direito.

Chateado com a declaração, Ingham afirmou que se esse era o desejo da sua cliente, ele renunciava ao cargo.

A saída do advogado foi acompanhada por um pedido de demissão de Larry Rudolph, empresário da artista por várias décadas, e uma petição da Bessemer Trust, empresa de gerenciamento de finanças que é cotutora do patrimônio de Britney Spears, para abandonar o arranjo.

As petições do advogado e da empresa cotutora forçaram a juíza a retomar o caso, que ela já tinha descartado no mês passado, mantendo o pai como tutor de Britney. Embora Brenda Penny não tenha se comovido com o depoimento da cantora, as pessoas envolvidas na manutenção do status quo se abalaram e se manifestaram ruidosamente, fazendo ruir o acordo tutelar de tal forma que Britney precisou voltar ao tribunal.

Graças a estas reviravoltas, a cantora conseguiu aprovação para ser representada por Mathew Rosengart, um dos advogados mais poderosos de Hollywood, que agora buscará tirar Jamie Spears do controle do patrimônio de US$ 60 milhões da artista e devolver-lhe a liberdade de decidir o que quiser para sua vida.

Em sua primeira manifestação como advogado de Britney nesta quinta, Rosengart já avisou: “Estaremos entrando com um processo o mais rápido possível para remover o Sr. Spears da tutela. Se ele ama sua filha, é hora de se afastar e seguir em frente para que ela possa ter sua vida de volta.”