Tom Ellis teria recusado oferta para voltar a gravar Lúcifer

Tudo já está quase certo para a produção da 6ª temporada de “Lucifer”. Só falta um detalhe. O principal.

O ator Tom Ellis teria recusado a proposta financeira da Warner para retomar o papel principal.

Segundo apurou o site TVLine, o intérprete de Lucifer não aceitou os valores apresentados pelo estúdio e as negociações chegaram num impasse.

Como Ellis assinou acordo para produção da 6ª temporada, deixando o acerto financeiro para depois, a WBTV (Warner Bros Television) decidiu cessar as ofertas de aumento. Caso ele se recuse a gravar, poderia ser processado por quebra de contrato. Mas o estúdio prefere realizar a série a processar o ator. Por conta disso, já tinha oferecido um aumento de remuneração, que foi considerado baixo por Ellis e seus representantes.

Resolver esse impasse é só o que falta para a Netflix anunciar a 6ª temporada.

O problema, porém, foi criado pela própria Netflix, que decidiu cancelar a série na 5ª temporada, desmobilizando o elenco.

O cancelamento foi anunciado com muita antecedência, em junho do ano passado, e o equívoco dessa antecipação tornou-se evidente diante do aumento do interesse na atração gerado pela aparição especial de Lúcifer (Tom Ellis) no crossover “Crise nas Infinitas Terras” na TV aberta americana.

A 5ª temporada deveria encerrar a série e foi planejada como temporada final.

Originalmente concebida com 10 episódios, acabou recebendo autorização para produzir , justamente para terminar a trama da atração.

A exibição será dividida em duas partes e a estreia dos oito episódios iniciais está prevista para maio.

Caso o impasse com Ellis seja superado, a 6ª temporada representará a segunda vez que “Lucifer” escapa do cancelamento.

“Lucifer” sobreviveu ao cancelamento original na Fox, após três temporadas transmitidas na TV aberta. Percebendo a grande campanha na internet pelo salvamento da série, a Netflix comprou os direitos da produção e produziu a 4ª temporada. Junto com a renovação para o quinto ano, a plataforma anunciou também que os próximos episódios seriam os últimos produzidos. E a showrunner Ildy Modrovich tratou de acalmar os fãs revoltados, avisando que, daquela vez, o cancelamento era irreversível e que “uma luta não mudaria as coisas”, já que não existia a possibilidade de “Lucifer” ganhar uma 6ª temporada.

Mas “Lucifer”, aparentemente, é imortal.