Tarantino diz que está se “afastando” de filme de Star Trek

O diretor Quentin Tarantino afirmou que está cada vez menos propenso a comandar o próximo filme da franquia “Star Trek”. “Estou me afastando do projeto, mas ainda não tive nenhuma conversa oficial”, disse o cineasta em entrevista ao site Consequence of Sound.

Foi Tarantino quem procurou o produtor J.J. Abrams e a Paramount com a ideia de fazer um filme da franquia em 2017, anunciando ainda que voltaria as atenções para esta produção após finalizar “Era Uma Vez em Hollywood”. Por conta disso, ajudou até a selecionar o roteirista Mark L. Smith (de “O Regresso”) para desenvolver a história, baseada em sua premissa.

Mas o diretor também tem uma “ideia interessante” para uma terceira parte de “Kill Bill” e vem dizendo que se aposentará após finalizar o 10º filme de sua carreira – que será o próximo.

Em julho, Tarantino já tinha dito ao site Deadline que ainda não tinha decidido se dirigiria o longa. Mas se o fizesse, o resultado seria uma espécie de “‘Pulp Fiction’ no espaço”.

Ainda não há informações se a versão de “Star Trek” concebida por Tarantino e escrita por Mark L. Smith poderá ser realizada por outro diretor ou se o projeto será cancelado caso a desistência se cristalize.

Na semana passada, o CEO da ViacomCBS, Bob Bakish, mencionou o desenvolvimento de dois filmes baseados na franquia. Um deles tem direção de Noah Hawley, criador de “Fargo” e “Legion”, e deverá contar com Chris Pine, Zachary Quinto, Karl Urban, Zoe Saldana, John Cho e Simon Pegg em seu elenco. O outro seria o de Tarantino – que ainda não teve a “conversa oficial” com o estúdio.