Divulgação/Paramount

Criador de Fargo e Legion vai dirigir próximo filme de Star Trek

A Paramount encomendou uma nova jornada cinematográfica para a franquia “Star Trek”. Noah Hawley, que é mais conhecido por seu trabalho como roteirista televisivo, fechou contrato para dirigir o próximo filme da saga cinquentenária.

O filme encomendado ao criador das séries “Fargo” e “Legion” não tem relação com outro projeto da franquia, encabeçado por Quentin Tarantino, que faz parte de outras conversas – e só depende da vontade do diretor para acontecer. Na verdade, o novo longa corresponde à continuação de “Star Trek: Sem Fronteiras” (2016), que foi abandonada após uma crise criativa e financeira.

O estúdio estava desenvolvendo um filme de viagem no tempo que juntaria Chris Pine (o Capitão Kirk) e Chris Hemsworth (que viveu o pai de Kirk no reboot de 2009), mas as negociações com os atores para este projeto foram abandonadas em 2018, após não haver consenso financeiro.

Todo o elenco dos três filmes anteriores já está com contratos vencidos, o que neste momento faria a Paramount ter que passar por nova rodada intensa de negociações. Mas o filme de Hawley também pode relançar a franquia com novos atores, considerando que a produção já não poderá contar com Anton Yelchin, falecido em 2016.

Hawley recentemente estreou como diretor de cinema, abordando justamente viagens espaciais, mas numa história baseada em fatos reais – o drama “Lucy in the Sky”, estrelado por Natalie Portman, que estreou no mês passado nos Estados Unidos e não tem previsão de lançamento no Brasil.

A produção do novo “Star Trek” vai incluir a Bad Robot, produtora do cineasta J.J. Abrams, que dirigiu os dois primeiros longas da encarnação atual da franquia.