Filme de The Flash é oficializado pela Warner

O filme solo do herói Flash foi oficializado pela Warner. O estúdio divulgou seu calendário de futuros lançamentos com uma previsão para a estreia do longa da DC Comics, marcada para 1º de julho de 2022 nos Estados Unidos.

Ainda não há detalhes sobre a trama do filme, que trará o ator Ezra Miller de volta ao papel do herói, após aparecer como Flash em “Liga da Justiça”. A direção está a cargo de Andy Muschietti, responsável pelos dois filmes recentes de “It: A Coisa”.

A produção passou por várias idas e vindas, desde que entrou em desenvolvimento há cinco anos, e ainda continua em estágio inicial. Neste meio tempo, já teve um punhado de diretores diferentes. Mas a nova escolha destoa das opções anteriores, Seth Grahame-Smith (“Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros”), Rick Famuyiwa (“Um Deslize Perigoso”) e a dupla Jonathan Goldstein e John Francis Daley (“A Noite do Jogo”), por não fazer humor.

Muschietti é um diretor especializado em terror – como James Wan, que assinou “Aquaman”, e David F. Sandberg, de “Shazam!”

A escolha demonstra que a Warner identificou um caminho para as produções baseadas nos quadrinhos da DC Comics, que passa pelo terror e não segue a fórmula bem-sucedida da Marvel.

A decisão foi tomada após reclamações públicas do ator Ezra Miller, intérprete do Flash em “Liga da Justiça”, que não aprovou o tom leve do roteiro dos candidatos a diretores Goldstein e Daley – que também escreveram “Homem-Aranha: De Volta ao Lar”. O ator chegou até a rabiscar um roteiro novo, em parceria com o quadrinista Grant Morrison, um dos principais nomes da DC Comics, para demonstrar o que imaginava para o herói. Mas nenhum dos dois roteiros entregues foi aprovado.

A Warner encomendou nova história para a roteirista Christina Hodson, responsável pelo elogiado “Bumblebee” e pelo vindouro filme das “Aves de Rapina”, que teria empolgado em sessões de teste.

Em uma entrevista recente, Muschietti afirmou que a trama será mais emotiva do que os outros filmes de heróis.