1º lugar de MIB: Homens de Preto – Internacional nos EUA é considerado um fracasso

A estreia de “MIB: Homens de Preto – Internacional” foi vítima do que os americanos estão chamando de “summer sequelitis”, uma doença do mercado, que provoca enjoos no público só de ver os cartazes nos cinemas. A profusão de sequências genéricas não está atraindo espectadores como esperado, registrando cada vez mais fracassos milionários.

O quarto “Homens de Preto” abriu em 1º lugar nas bilheterias dos Estados Unidos e Canadá, mas com um faturamento muito abaixo do esperado, US$ 28,5M (milhões). Estimativas anteriores previam uma abertura com pelo menos US$ 40 milhões, o que já era bem menos que seu antecessor – “MIB: Homens de Preto 3” fez US$ 69M em sua estreia norte-americana, há sete anos.

Mas o filme fez jus ao título de “Internacional”, faturando quase três vezes mais no exterior – US$ 74M – para chegar a um total mundial de US$ 102,2M.

O problema é que a produção da Sony foi orçada em US$ 110 milhões (sem considerar P&A, despesas de divulgação e publicidade, na sigla em inglês). E não contará com incentivo da crítica para se manter no ranking.

Destroçado pela crítica, o novo “MIB” atingiu apenas 24% de aprovação no Rotten Tomatoes, superando apenas, entre os filmes em cartaz, os 23% de “X-Men: Fênix Negra” – que, por sinal, desabou em seu segundo fim de semana, com US$ 9M em 4º lugar.

O Top 3 ainda incluiu “Pets – A Vida Secreta dos Bichos 2” (US$ 23,8M) e “Aladdin” (US$ 16,7M). E vale destacar o ótimo desempenho internacional do novo filme do astro original de “Homens de Preto”. Com Will Smith lotando cinemas, “Aladdin” já superou os US$ 700M de arrecadação mundial.

A semana teve apenas mais uma estreia nos Estados Unidos, a comédia de ação “Shaft” com Samuel L. Jackson, que já tinha estrelado um filme de mesmo nome em 2000.

O fato de o longa anterior ser um thriller – e reboot de uma franquia policial dos anos 1970 – , pode ter confundido o público sobre o que esperar do novo “capítulo”.

Para completar, a Warner não investiu muito em P&A, optando por um lançamento discreto, em consequência da venda dos direitos da produção para a Netflix. Após implodir nas bilheterias norte-americanas com US$ 8,3M, “Shaft” vai chegar no resto do mundo diretamente em streaming.

Confira abaixo os rendimentos dos 10 filmes mais vistos no final de semana nos Estados Unidos e no Canadá, e clique em seus títulos para ler mais sobre cada produção.

BILHETERIAS: TOP 10 América do Norte

1. MIB: Homens de Preto – Internacional
Fim de semana: US$ 28,5M
Total EUA e Canadá: US$ 28,5M
Total Mundo: US$ 102,2M

2. Pets – A Vida Secreta dos Bichos 2
Fim de semana: US$ 23,8M
Total EUA e Canadá: US$ 92M
Total Mundo: US$ 154,5M

3. Aladdin
Fim de semana: US$ 16,7M
Total EUA e Canadá: US$ 263,4M
Total Mundo: US$ 724,8M

4. X-Men: Fênix Negra
Fim de semana: US$ 9M
Total EUA e Canadá: US$ 51,7M
Total Mundo: US$ 204,2M

5. Rocketman
Fim de semana: US$ 8,8M
Total EUA e Canadá: US$ 66,1M
Total Mundo: US$ 133,1M

6. Shaft
Fim de semana: US$ 8,3M
Total EUA e Canadá: US$ 8,3M
Total Mundo: US$ 8,3M

7. Godzilla II: O Rei dos Monstros
Fim de semana: US$ 8,1M
Total EUA e Canadá: US$ 93,6M
Total Mundo: US$ 339,4M

8. John Wick 3: Parabellum
Fim de semana: US$ 6,1M
Total EUA e Canadá: US$ 148,6M
Total Mundo: US$ 276,1M

9. Late Night
Fim de semana: US$ 5,1M
Total EUA e Canadá: US$ 5,4M
Total Mundo: US$ 5,9M

10. Ma
Fim de semana: US$ 3,6M
Total EUA e Canadá: US$ 40,3M
Total Mundo: US$ US$ 51,7M

Mais pipoca