Festival de Berlim 2019 seleciona dois filmes brasileiros



O Festival de Berlim 2019 começou a divulgar a lista dos longas selecionados para sua programação. E nesta terça (18/12), a prestigiosa mostra Panorama revelou a inclusão de dois longas brasileiros: o documentário “Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar”, de Marcelo Gomes, e a ficção “Greta”, de Amando Praça.

O documentário de Marcel Gomes conta a história dos trabalhadores de Toritama, município da Paraíba que se autointitula a capital do jeans, e como eles aproveitam a folga do carnaval uma vez por ano. O diretor já competiu pelo Urso de Ouro em Berlim com o drama histórico “Joaquim” (2017), sobre Tiradentes.

“Greta”, por sua vez, acompanha um enfermeiro que leva um de seus pacientes para casa, onde recebe ajuda da vizinha, uma mulher trans. O longa é estrelado por Marco Nanini e marca a estreia na direção de Amando Praça.

Ao todo, 22 títulos foram divulgados na mostra Panorama. Entre eles estão “Mid90s”, estreia do ator Jonah Hill na direção de longa-metragem, e “The Souvenir”, estrelado por Tilda Swinton.



A edição de 2019 do Festival de Berlim vai acontecer entre os dias 7 e 17 de fevereiro.

Confira abaixo a lista dos filmes selecionados para a mostra Panorama.

“37 Seconds” (Japão), de Hikari
“Dafne” (Itália), de Federico Bondi
“The Day After I’m Gone” (Israel), de Nimrod Eldar
“A Dog Called Money” (Irlanda, Reino Unido), de Seamus Murphy
“Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar” (Brasil), de Marcelo Gomes
“Chained” (Israel, Alemanha), de Yaron Shani
“Flatland” (África do Sul, Alemanha, Luxemburgo), de Jenna Bass
“Greta” (Brasil), de Armando Praça
“Hellhole” (Bélgica, Holanda), de Bas Devos
“Jessica Forever” (França), de Caroline Poggi e Jonathan Vinel
“Acid” (Rússia), de Alexander Gorchilin
“Mid90s” (Estados Unidos), de Jonah Hill
“Los Miembros de la Familia” (Argentina), de Mateo Bendesky
“Monos” (Colômbia, Argentina, Holanda, Alemanha, Dinamarca, Suécia, Uruguai), de Alejandro Landes
“O Beautiful Night” (Alemanha), de Xaver Böhm
“Selfie” (França, Itália), de Agostino Ferrente
“Shooting the Mafia” (Irlanda, Estados Unidos), de Kim Longinotto
“Skin” (Estados Unidos), de Guy Nattiv
“The Souvenir” (Reino Unido), de Joanna Hogg
“Tremblores” (Guatemala, França, Luxemburgo), de Jayro Bustamante
“The Miracle of the Sargasso Sea” (Grécia, Alemanha, Holanda, Suécia), de Syllas Tzoumerkas
“What She Said: The Art of Pauline Kael” (Estados Unidos), de Rob Garver



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings