Saída de Andrew Lincoln não atrai muito público para The Walking Dead


A propagandeada saída de Andrew Lincoln da série “The Walking Dead” resultou num aumento muito pequeno na audiência do programa. De acordo com a apuração da empresa de consultoria Nielsen, o episódio foi assistido por 5,4 milhões de telespectadores nos Estados Unidos, o que representa um crescimento de aproximadamente 6% de público em relação à semana anterior.

São números muito baixos no contexto da série, que já foi assistida por mais de 15 milhões ao vivo. Para se ter ideia, a média da temporada passada, uma das piores da atração, foi de 7,8 milhões. “The Walking Dead” só teve público na faixa dos 5 milhões em sua 1ª temporada.

Por outro lado, 5,4 milhões é o melhor número que a série atingiu desde a estréia da atual 9ª temporada. O capítulo anterior ao da saída de Andrew Lincoln teve 5,1 milhões de telespectadores nos Estados Unidos.



Embora o ator tenha realmente deixado a série no episódio exibido no domingo passado (4/11), ele seguirá no universo de “The Walking Dead”, reprisando o papel de Rick Grimes em uma trilogia de filmes para TV, que estão em desenvolvimento no canal pago AMC.

A expectativa agora é para o nível da audiência da série sem seu protagonista principal. Para complicar ainda mais, além de Andrew Lincoln, o programa também perdeu a intérprete de Maggie, Lauren Cohan, que não vai mais aparecer nesta temporada.

O próximo domingo (11/11) mostrará o primeiro episódio de “The Walking Dead” sem dois de seus intérpretes mais importantes.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings