Pantera Negra bate recorde da Marvel ao reinar pela 4ª semana nas bilheterias dos EUA

 

“Pantera Negra” devorou a competição nas bilheterias norte-americanas pelo quarto fim de semana consecutivo. Após ultrapassar US$ 1 bilhão nas bilheterias mundiais, o filme de super-herói acrescentou outro recorde a sua coleção, ao se tornar o primeiro lançamento da Marvel a liderar por quatro vezes o ranking semanal do mercado doméstico.

Foram mais US$ 41,1M (milhões), o que impulsionou o faturamento total para US$ 562M nos Estados Unidos e no Canadá. Isto representa a 7ª maior bilheteria de todos os tempos na região.

No exterior, o longa estreou no último país em que ainda estava inédito, justamente a China. E o sucesso no segundo maior mercado do mundo fez com que liderasse com folga o ranking internacional. Foram mais US$ 66,5M nas bilheterias chinesas, elevando o total de sua arrecadação mundial para 1,07 bilhão – a 21ª maior bilheteria da História.

A Disney comemora, mas também lamenta. Afinal, o êxito de “Pantera Negra” parece ter canibalizado o interesse por “Uma Dobra no Tempo”. A fantasia infantil do estúdio buscava um nicho similar de mercado, com elenco multicultural, protagonista e diretora negras, numa adaptação de obra juvenil adorada por gerações. Mas a filmagem da obra de Madeleine L’Engle por Ava DuVernay abriu em 2º lugar com “apenas” US$ 33,3M.

O valor não atingiu as expectativas do mercado, representando uma volta à “normalidade” para o estúdio, que não registrava fracassos clamorosos desde “Alice Através do Espelho” e “O Bom Gigante Amigo”, de 2016. “Uma Dobra no Tempo” teve abertura melhor que esses filmes, mas seu desempenho e manteve à altura da frustração causada por “Tomorrowland” em 2015, que também abriu com US$ 33,3M e não conseguiu recuperar seu investimento.

Embora a Disney não tenha revelado o orçamento da produção, o longa é repleto de efeitos visuais e estrelado por atores de renome, o que costuma vir com uma etiqueta de preço elevado.

Para completar, as críticas não empolgaram. Com 42% de aprovação, foi considerado um “grande desapontamento” (The Wall Street Journal), repleto de efeitos que “não conseguem envolver” (Chicago Sun-Times) e com a profundidade de um “vídeo cheio de cores para distrair as crianças” (The Guardian).

“Uma Dobra no Tempo” chega ao Brasil em 29 de março.

Outra estreia ocupou o 3º lugar do ranking norte-americano. “Os Estranhos: Caçada Noturna”, continuação de um terror de uma década atrás – “Os Estranhos” (2008) – , fez US$ 10,4M e também ficou abaixo da linha da mediocridade na avaliação do RT, com 38% de aprovação. A velha história dos psicopatas mascarados que caçam inocentes numa locação isolada foi considerada, sem surpresas, uma história velha. O déjà vu será exibido por aqui em 31 de maio.

Além destes, ainda houve mais dois lançamentos amplos rejeitados pela crítica e com o agravamento de reunir bem menos público. O filme B de assalto em meio a furacão, “The Hurricane Heist”, abriu em 7º, fez US$ 3,1M e atingiu 33% no RT, enquanto a comédia de ação “Gringo” mostrou “desempenho de streaming” sem aparecer no Top 10 – abriu em 11º, com 2,6M e 38%. Ambos chegam ao Brasil em 5 de maio.

Confira abaixo os rendimentos dos 10 filmes mais vistos no final de semana nos Estados Unidos e no Canadá.

BILHETERIAS: TOP 10 América do Norte

1. Pantera Negra
Fim de semana: US$ 41,1M
Total EUA e Canadá: US$ 562M
Total Mundo: US$ 1B

2. Uma Dobra no Tempo
Fim de semana: US$ 33,3M
Total EUA e Canadá: US$ 33,3M
Total Mundo: US$ 39,6M

3. Os Estranhos: Caçada Noturna
Fim de semana: US$ 10,4M
Total EUA e Canadá: US$ 10,4M
Total Mundo: US$ 10,4M

4. Operação Red Sparrow
Fim de semana: US$ 8,1M
Total EUA e Canadá: US$ 31,1M
Total Mundo: US$ 82,9M

5. A Noite do Jogo
Fim de semana: US$ 7,9M
Total EUA e Canadá: US$ 45M
Total Mundo: US$ 69,7M

6. Pedro Coelho
Fim de semana: US$ 6,8M
Total EUA e Canadá: US$ 93,4M
Total Mundo: US$ 119,6M

7. Desejo de Matar
Fim de semana: US$ 6,6M
Total EUA e Canadá: US$ 23,8M
Total Mundo: US$ 23,8M

8. The Hurricane Heist
Fim de semana: US$ 3,1M
Total EUA e Canadá: US$ 3,1M
Total Mundo: US$ 3,1M

9. Aniquilação
Fim de semana: US$ 3,1M
Total EUA e Canadá: US$ 26M
Total Mundo: US$ 26M

10. Jumanji: Bem-Vindo à Selva
Fim de semana: US$ 2,7M
Total EUA e Canadá: US$ 397,2M
Total Mundo: US$ 934,1M

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna

Back to site top
Change privacy settings