Pantera Negra atinge marca de Avatar ao liderar bilheterias pela quinta semana nos EUA

 

“Pantera Negra” se manteve imbatível nas bilheterias norte-americanas pelo quinto fim de semana consecutivo. A última vez que um filme ficou tanto tempo na liderança do ranking foi há oito anos. O fenômeno se chamava “Avatar”.

Ao acumular mais US$ 27M nos últimos três dias, a produção da Marvel ultrapassou outra marca impressionante, tornando-se o sétimo filme a faturar mais de US$ 600M (milhões) no mercado doméstico em todos os tempos. No mundo inteiro, o montante está em US$ 1,18B (bilhão) – a 14ª maior bilheteria da História.

“Tomb Raider” não conseguiu o impacto imaginado pela Warner, mantendo a tendência de prejuízo das adaptações de videogame. O surpreendente, neste caso, é Hollywood continuar insistindo no filão, que, após 25 anos, ainda não produziu nenhum blockbuster.

O filme de “origem” de Lara Croft fez 23,5M e ficou em 2º lugar em sua estreia nos Estados Unidos e Canadá, mas demonstrou fôlego internacional, que pode servir para empatar as contas. O total global ficou em US$ 126M, graças principalmente ao sucesso na China, onde abriu em 1º lugar e faturou US$ 41,1M.

Oficialmente, a Warner informou um orçamento de US$ 95M, que não incluem as despesas de marketing. Considerando que o lançamento foi uma coprodução com a MGM, o prejuízo pode ser dividido. Mas o desempenho “modesto” ainda se juntou a críticas pouco empolgantes (49% de aprovação no Rotten Tomatoes), o que deve dificultar quaisquer planos de continuação.

Situação oposta se manifestou em 3ª lugar. Filme evangélico, “Eu Só Posso Imaginar” fez um milagre ao superar os demais lançamentos e faturar US$ 17M. A produção orçada em apenas US$ 7M conta a história da música de rock cristão mais popular dos Estados Unidos e virou a maior abertura da história do pequeno estúdio Roadside Attractions. A crítica achou só medíocre, com 58%. Já o público brasileiro poderá conferir apenas em maio, quando o lançamento tem previsão de chegar no país.

A semana teve ainda mais duas estreias amplas. A comédia teen “Com Amor, Simon”, sobre um adolescente que toma coragem para se assumir gay, encantou a crítica, com 91% de aprovação, mas foi prejudicado pela disputa de franquias gigantes em cartaz, abrindo em 5º lugar, com US$ 11,5M. Graças ao orçamento modesto (US$ 17M), o diretor Greg Berlanti (criador das séries de super-heróis da DC Comics) pode comemorar com menos pressão os elogios rasgados recebidos em sua volta ao cinema, após oito anos dedicados à televisão. Estreia em 5 de abril no Brasil.

Já a segunda estreia não conseguiu entrar no Top 10. “7 dias em Entebbe”, segundo longa internacional da carreira do brasileiro José Padilha, abriu em 13º lugar com US$ 1,6M. Apesar de ter recebido a menor distribuição (838 salas), não foi uma produção barata e dificilmente ampliará esse circuito, uma vez que foi execrado pela crítica com apenas 22% de aprovação. Desembarca no mercado nacional em 19 de abril.

Confira abaixo os rendimentos dos 10 filmes mais vistos no final de semana nos Estados Unidos e no Canadá.

BILHETERIAS: TOP 10 América do Norte

1. Pantera Negra
Fim de semana: US$ 27M
Total EUA e Canadá: US$ 605,4M
Total Mundo: US$ 1,1B

2. Tomb Raider
Fim de semana: US$ 23,5M
Total EUA e Canadá: US$ 23,5M
Total Mundo: US$ 126M

3. Eu Só Posso Imaginar
Fim de semana: US$ 17M
Total EUA e Canadá: US$ 17M
Total Mundo: US$ 17M

4. Uma Dobra no Tempo
Fim de semana: US$ 16,5M
Total EUA e Canadá: US$ 61M
Total Mundo: US$ 71,6M

5. Com Amor, Simon
Fim de semana: US$ 11,5M
Total EUA e Canadá: US$ 11,5M
Total Mundo: US$ 11,5M

6. A Noite do Jogo
Fim de semana: US$ 5,5M
Total EUA e Canadá: US$ 54,14M
Total Mundo: US$ 84,6M

7. Pedro Coelho
Fim de semana: US$ 5,2M
Total EUA e Canadá: US$ 102,4M
Total Mundo: US$ 145,1M

8. Os Estranhos: Caçada Noturna
Fim de semana: US$ 4,8M
Total EUA e Canadá: US$ 18,6M
Total Mundo: US$ 18,6M

9. Operação Red Sparrow
Fim de semana: US$ 4,4M
Total EUA e Canadá: US$ 39,5M
Total Mundo: US$ 106,1M

10. Desejo de Matar
Fim de semana: US$ 3,3M
Total EUA e Canadá: US$ 29,9M
Total Mundo: US$ 29,9M

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna

Back to site top
Change privacy settings