Angelina Jolie contrata mulher que inspirou a série Scandal para abafar escândalos de seu divórcio



Angelina Jolie adicionou mais um nome de peso à equipe que está cuidando de seu divórcio de Brad Pitt. Ela contratou a gerente de crises Judy Smith, que já trabalhou na Casa Branca e serviu de inspiração para ninguém menos que Olivia Pope, a personagem de Kerry Washington na série “Scandal”.

Segundo a revista People, várias fontes confirmaram que Smith está prestando consultoria para a atriz. “Judy e a empresa dela tem um longo histórico de cuidar de assuntos que infelizmente atraíram muita atenção do público, e ela sabe como criar soluções que sejam suaves e discretas”, disse uma pessoa próxima à situação.

Judy Smith é dona da Smith & Company, um dos escritórios de gerenciamento de crise (ou abafa escândalo) mais reconhecidos dos Estados Unidos. No passado, ela já prestou serviços a celebridades envolvidas em polêmicas, incluindo Monica Lewinsky, a estagiária que “não fez sexo” com o Presidente Bill Clinton.

Jolie também tem em sua equipe a advogada Laura Wasser. Conhecida como “rainha do divórcio” em Hollywood, ela já teve como clientes Johnny Depp, Jennifer Garner e Kim Kardashian.



A separação foi iniciada pela própria Angelina Jolie, que deu entrada no pedido de divórcio no último dia 19. “Essa decisão foi tomada pelo bem-estar da família. Ela não irá comentar, e pede que a família tenha privacidade neste momento”, disse o seu advogado, Robert Offer, em comunicado.

Já Brad Pitt fez um único comentário, afirmando à revista People estar “muito triste”. “Estou muito triste, mas o que importa agora é o bem estar de nossos filhos. Eu gentilmente peço à imprensa que dê o espaço que eles merecem neste momento desafiador”, ele contou.

Em meio a várias notícias desencontradas sobre o divórcio, foi revelado que Pitt está sendo investigado pelo Departamento de Serviços para Crianças e Família do estado da Califórnia (EUA) por uma briga ocorrida com o filho Maddox, 15, em um avião particular. O ator já teria prestado depoimento e se submetido voluntariamente a um exame toxicológico. Mas é impossível confirmar a veracidade destas informações, uma vez que o Departamento diz que não pode comentar sobre casos em andamento.

As mesmas fontes do site TMZ que informaram sobre esta investigação também disseram que a polícia estaria investigando Pitt, o que o site The Hollywood Reporter apurou ser mentira.


blank

Wilson Vianna é jornalista, fã de séries e filmes, mas se diverte mesmo com celebridades que se levam à sério.



Back to site top
Change privacy settings