Divulgação/Warner Bros.

Ben Affleck teria substituído Batman de Michael Keaton em “Aquaman 2”

As fotos compartilhadas por Jason Momoa na sexta passada (29/7), que flagravam seu reencontro com o ator Ben Affleck nos bastidores dos estúdios da Warner Bros, ganharam explicação. Em uma reportagem sobre o cancelamento da estreia de “Batgirl”, a revista The Hollywood Reporter mencionou uma diminuição do papel de Michael Keaton nos novos filmes do estúdio.

Originalmente, Keaton deveria reaparecer como Batman em “The Flash”, mas confusões em série arranjadas pelo ator Ezra Miller, intérprete do herói, fizeram a Warner adiar a estreia da produção.

Testemunhas ouvidas pela publicação afirmam que Keaton também filmou uma participação em “Aquaman 2” (ou “Aquaman e o Reino Perdido”). Originalmente, o filme chegaria aos cinemas depois de “The Flash”, mas a ordem acabou invertida. Ao perceber a confusão do público em relação a identidade do novo Batman, durante exibições testes, a Warner teria resolvido remover o ator e substituí-lo por Affleck.

Keaton teria ainda mais importância em “Batgirl”, servindo como mentor para a heroína interpretada por Leslie Grace. Mas a produção foi totalmente descartada.

Agora, o intérprete do Batman de 1989 só será visto em “The Flash”, que corre risco de fazer companhia a “Batgirl” nos arquivos trancados da Warner.

O fato é que o adiamento do filme do velocista e o cancelamento da produção da heroína de Gotham mudaram todo o planejamento original da DC Films, que pretendia substituir Affleck por Keaton depois de “The Flash”. A ideia era tornar o Batman do ator responsável por conectar os futuros filmes da DC, assim como o Nick Fury de Samuel L. Jackson fez com as produções da Marvel que culminaram em “Os Vingadores” em 2010.

Até segunda ordem, Ben Affleck continua como o Batman dos filmes do DCU (Universo Cinematográfico da DC), independente do sucesso do novo filme solo do herói estrelado por Robert Pattinson.