Instagram/Johnny Depp

Johnny Depp fez música para atacar Amber Heard

A briga de Johnny Depp contra Amber Heard virou rock. O ator compôs uma canção sobre o processo judicial que venceu contra a ex-esposa, considerada culpada por difamação, e vai lançá-la no disco de sua parceria com o guitarrista britânico Jeff Beck. Intitulado “18”, o álbum tem lançamento marcado para a próxima sexta-feira (15/7).

“Acho que você já disse o suficiente para a p*rra de uma noite”, canta Depp na faixa, chamada “Sad Motherf***in’ Parade”.

Segundo apurou o jornal Sunday Times, as críticas vão além. Aludindo à forma como a atriz de “Aquaman” se postou no tribunal, a música diz: “Você está aí sentada como um cachorro com uma crise de relacionamento”, e acrescenta: “Se eu tivesse um centavo, não cairia na sua mão”.

Assim, o ator não poderá reclamar quando o acusarem de dar shows de misoginia. Ao menos, as letras não falam em afogar, queimar e estuprar o cadáver da ex-esposa, como ele escreveu – segundo disse no julgamento, de forma poética – em mensagens de texto sobre Amber Heard.

O ator também não cita o nome da ex-esposa. Mas vale lembrar que ele a processou por difamação por conta de um artigo, em que ela também não citou o nome dele. Detalhes nada pequenos desses dois.

Depp está colaborando com Beck há bastante tempo e em 2020 a dupla lançou o primeiro single da parceria: uma versão de “Isolation”, composição de John Lennon, de 1970. Antes mesmo do veredito, o ator viajou ao Reino Unido para participar de shows do guitarrista e, após sua vitória, lançou um novo single do projeto, a música inédita “This Is A Song For Miss Hedy Lamarr”.

Apesar do material original, a maior parte do álbum é composta por covers (incluindo “Venus In Furs” do Velvet Underground, “Let It Be Me” dos Everly Brothers e “What’s Going On” de Marvin Gaye) e gravações instrumentais (como duas faixas dos Beach Boys).

Segundo os artistas, o nome “18” se refere à idade espiritual que eles sentiram ao trabalharem nas gravações. A capa do disco é um desenho da esposa de Beck que registra a dupla como adolescentes – ou como David Bowie e Elvis Presley jovens. Veja abaixo.

O lançamento vai acontecer pelo selo Rhino em CD e nas plataformas digitais no dia 15 de julho, mas, depois disso, o disco também sairá em vinil em 30 de setembro.