Divulgação/AMPAS

Comissão com 25 membros escolherá representante do Brasil no Oscar 2023

A Academia Brasileira de Cinema anunciou os integrantes da comissão que irá escolher o representante brasileiro ao Oscar 2023. O título selecionado será inscrito na categoria de Melhor Filme Internacional e tentará se qualificar entre os cinco finalistas da premiação da Academia dos EUA.

A comissão conta com 25 profissionais do mercado audiovisual nacional, divididos entre 12 diretores, 4 produtores, 3 intérpretes, 1 documentarista, 1 curador, 1 produtor de evento, 1 executivo, 1 pesquisador e 1 crítico.

Os nomes selecionados foram Aly Muritiba (diretor), André Pellenz (diretor), Ariadne Mazzetti (produtora), Barbara Cariry (produtora), Cavi Borges (diretor), Cibele Amaral (diretora), David França Mendes (diretor), Eduardo Ades (diretor), Guilherme Fiuza (produtor), Hsu Chein (diretor), Irina Neves (produtora), Jeferson De (diretor), João Daniel Tikhomiroff (diretor), João Federici (curador), José Geraldo Couto (crítico), Juliana Sakae (documentarista), Marcelo Serrado (ator), Marcio Fraccaroli (executivo), Maria Ceiça (atriz), Patricia Pillar (atriz), Petra Costa (diretora), Renata Almeida (produtora de eventos), Talize Sayegh (diretora), Waldemar Dalenogare Neto (pesquisador) e Zelito Viana (diretor).

A data prevista para a escolha do filme pela comissão é 9 de setembro – 11 dias antes do prazo final para inscrição na Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA.

A lista preliminar dos concorrentes da primeira peneira da categoria será divulgada em 21 de dezembro.

Já os indicados oficiais serão revelados em 24 de janeiro de 2023. E os vencedores serão conhecidos em 12 de março de 2023, no palco do Dolby Theatre, em Los Angeles.

O registro televisivo da cerimônia segue a cargo da rede ABC, mas não há confirmação dos canais responsáveis pela transmissão no Brasil. Neste ano, as imagens chegaram pela Globoplay e pelo canal pago TNT.