Divulgação/SyFy

Painel de “Chucky” é cancelado na Comic-Con

O painel de “Chucky” foi cancelado na Comic-Con Internacional. Em vídeo publicado nas redes sociais, o criador da série – e de Chuck – , Don Mancini, justificou a decisão com a expressão “abundância de cautela”. Em meio à produção da 2ª temporada em Toronto, no Canadá, a equipe resolveu não arriscar contaminação pela pandemia – que “acabou”, só que não – numa longa viagem internacional para San Diego, na Califórnia.

“Olá, fãs de ‘Chucky‘! Eu sou Don Mancini e estou no o set da 2ª temporada em Toronto. Estávamos ansiosos para ver vocês na San Diego Comic-Con, mas infelizmente não conseguiremos. Abundância de cautela nos levou a essa estratégia e esperamos nos ver na próxima ano”, disse Mancini.

Os fãs, porém, poderão ver o que os produtores tinham preparado para exibir na Comic-Con. A postagem alerta para uma “surpresa” no sábado. Trata-se do primeiro teaser da 2ª temporada.

“Perdão por não podermos ir, mas o primeiro teaser da 2ª temporada ainda está programado para este sábado”, confirmou Mancini.

Além de escrever os roteiros e produzir os episódios, Mancini também dirige episódios da série. Ele é o criador do personagem, que escreveu o roteiro do primeiro “Brinquedo Assassino” em 1988 e desde então explora a franquia sem parar – assinou seis continuações e dirigiu três longas do monstro de plástico.

Na série, o personagem-título encontra novas vítimas ao ser adquirido numa venda de garagem pelo jovem Jake (Zackary Arthur, de “Transparent”), adolescente gay que sofre bullying. Inesperadamente, Chucky demonstra empatia pela situação do jovem, mas da forma mais sangrenta possível.

O elenco da atração também destaca Jennifer Tilly, protagonista de “A Noiva de Chucky”, e recupera a dublagem clássica de Chucky, feita pelo ator Brad Dourif, num contraponto ao remake recente em que o boneco foi dublado por Mark Hamill (o Luke Skywalker).

A 2ª temporada tem previsão de estreia em 5 de outubro.

A série é disponibilizada no Brasil pelo canal pago Star+.