Thor: Amor e Trovão Divulgação/Marvel

Bilheteria: “Thor: Amor e Trovão” mantém liderança e chega a US$ 500 milhões

“Thor: Amor e Trovão” manteve o 1º lugar nas bilheterias pelo segundo fim de semana, faturando US$ 46 milhões em vendas de ingressos nos EUA e Canadá, muito à frente do 2º colocado.

O valor representa uma queda de 68% em relação à estreia, replicando o que aconteceu com o lançamento anterior da Marvel, “Doutor Estranho e o Multiverso da Loucura”, que caiu 67% em seu segundo fim de semana nas bilheterias domésticas.

Com isso, o quarto “Thor” atingiu um total de US$ 233 milhões na América do Norte e chegou a quase US$ 500 milhões mundiais – está com US$ 497,8 milhões, segundo o Box Office Mojo, que chegou a informar US$ 720 milhões no domingo (17/7), numa grande discrepância de valores.

“Minions 2 – A Origem de Gru” ficou em 2º lugar na América do Norte com US$ 26 milhões. Enorme sucesso, a animação já soma US$ 262,5 milhões no mercado interno e US$ 532,7 milhões mundiais, disparando como a maior bilheteria infantil desde o advento da covid-19.

A estreia de “Um Lugar Bem Longe Daqui” ficou em 3º lugar com US$ 17 milhões, abaixo das expectativas do mercado e do próprio estúdio Sony. Um dos maiores problemas para o drama romântico, orçado em US$ 24 milhões e baseado num best-seller de Delia Owens, foram as críticas negativas. A produção teve apenas 37% de aprovação no Rotten Tomatoes, que agrega as principais críticas publicadas em inglês.

O filme, que inclui uma música inédita de Taylor Swift, só vai estrear em 1 de setembro no Brasil.

O fim de semana ainda marcou um segundo lançamento amplo, a animação infantil da Paramount “O Lendário Cão Guerreiro”, que não conseguiu despertar o interesse do grande público, abrindo em 6º lugar com apenas US$ 6,25 milhões. Considerado medíocre pela crítica, teve 54% de aprovação no Rotten Tomatoes e estreia no Brasil em 25 de agosto, com dublagem de Paulo Vieira.

Enquanto isso, “Top Gun: Maverick” continua com desempenho impressionante em 4º lugar, arrecadando US$ 12 milhões nos EUA, onde já ultrapassou a marca de US$ 600 milhões. Sua queda no fim de semana foi de apenas 23%.

O Top 5 se completa com “Elvis”, que faturou US$ 7,6 milhões entre sexta e domingo (17/7), elevando sua bilheteria doméstica para US$ 106 milhões e o acumulado mundial para US$ 185,6 milhões.