Instagram/Bam Margera

Polícia procura astro de “Jackass” após fuga de clínica

O Departamento de Polícia do Estado da Flórida está a procura de Bam Margera, astro da franquia “Jackass”, após ele fugir de uma clínica de reabilitação em que estava internado por determinação judicial.

Segundo um relatório da polícia de Delray Beach, o gerente da clínica de reabilitação relatou a fuga do skatista e astro dos filmes de pegadinhas auto-infligidas na última segunda-feira (13/6). Ele permanece foragido desde então.

Margera abandonou o local em um sedã preto, após dizer que estava insatisfeito com o tratamento e que iria procurar outra clínica. Um dos motivos de sua reclamação envolve um acidente que ele sofreu em maio deste ano. Ele quebrou o pulso e o cotovelo ao cair de skate e culpou a instituição por não marcar consultas de fisioterapia.

Ele não poderia deixar o local sem autorização, já que a internação não era voluntária.

O “Jackass” foi levado até as instalações de Delray Beach em setembro sob escolta policial, depois que as autoridades foram chamadas para lidar com uma “pessoa emocionalmente angustiada”. Uma lei da Flórida fornece assistência emergencial e detenção temporária para indivíduos que precisam de avaliação e tratamento de abuso de substâncias no estado.

Vale lembrar que não é a primeira vez que Margera foge de uma clínica de reabilitação. Em 2019, ele escapou, arrumou confusão num hotel e foi preso em Los Angeles.

Aquela já era sua segunda internação em 2019, levado à clínica após um surto num clube de comédia. Um ano antes, destruiu a própria casa e ameaçou a esposa, também sendo internado à força numa instituição psiquiátrica.

A primeira internação de sua “carreira”, por sinal, está completando 13 anos – e ele abandonou após apenas quatro dias. Vieram pelo menos mais meia dúzia desde então.

O skatista deixou “Jackass” em 2020, e chegou a processar Johnny Knoxville e os produtores responsáveis pelo quarto filme, “Jackass para Sempre”, por sua demissão.

A participação dele estava condicionada a uma cláusula que o obrigava a se submeter a inúmeros exames de drogas. Margera afirma que foi “coagido” a assinar o contrato, aceitando que recaídas e outros problemas decorrentes de vício pudessem implicar no seu desligamento da produção. E foi o que acabou acontecendo.

Embora esteja “desaparecido”, ele não está longe das redes sociais. Nos últimos dias, atualizou seu Instagram com algumas imagens.