Instagram/Natália Deodato

Natália Deodato sofre racismo e é acusada de roubo no México

A ex-BBB Natália Deodato usou os Stories de seu Instagram para desabafar com os fãs a situação racista que viveu na quinta (2/6), quando foi acusada de roubo durante sua viagem a Cancun, no México.

“Eu estava no saguão do hotel e tinha uma bolsa jogada”, ela começou a explicar. “Eu peguei com a pontinha da mão e fui levar para o moço da recepção. Quando cheguei lá, tinha um moço e ele começou a gritar falando em outra língua”.

“Eu deixei a bolsa, disse que estava jogada no chão sem ninguém e entreguei. Ele [o recepcionista] me disse que o cara era o dono. Ele [o dono] começou a gritar comigo e o pior de tudo: porque eu sou preta”, acusou.

Visivelmente emocionada, ela continuou: “Ele falou que eu tinha pegado, como se eu precisasse pegar as coisas de alguém… Eu falei: pode abrir, vê se aconteceu. Ele abriu e viu que não tinha sumido nada. Ele continuou me acusando. Nunca precisei passar por isso”, declarou.

“Eu fiquei tremendo, os meninos conseguiram me acalmar”, contou.

A integrante do “BBB 22” afirmou que não foi a primeira situação racista que ela viveu nessa viagem e encerrou os Stories com um desabafo contra o racismo.

“É uma situação muito pesada e quando a gente fala sobre isso, é sempre gerado como se fosse mimimi. Não é. São realidades que a gente precisa se posicionar”, completou Natália.