Divulgação/A24

“Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo” vira maior bilheteria do estúdio indie A24

O estúdio A24, que disputa com o Neon a condição de melhor estúdio de cinema realmente independente dos EUA, está celebrando uma façanha neste fim de semana.

O filme “Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo” (Everything Everywhere All At Once) atingiu US$ 52,3 milhões domésticos neste domingo (22/5) para se tornar a maior bilheteria da história da empresa nos EUA.

A trama mirabolante sobre o multiverso, estrelada por Michelle Yeoh (“Star Trek: Discovery”), superou “Joias Brutas” (2019), drama criminal estrelado por Adam Sandler, que até então era a joia da empresa com US$ 50 milhões.

Além do sucesso financeiro, a sci-fi indie é uma fenômeno de crítica, com 95% de resenhas positivas no Rotten Tomatoes.

No filme, Yeoh vive uma mãe de família exaurida pela dificuldade de pagar seus impostos nos EUA, quando descobre a existência do multiverso e de muitas versões dela mesma em diferentes realidades.

Não só isso: um de seus maridos de outro mundo lhe revela que o destino do multiverso está em suas mãos. E para impedir o fim de todos os mundos, ela precisará incorporar as habilidades da totalidade de suas versões para enfrentar Jamie Lee Curtis (“Halloween”) e outras ameaças perigosas que a aguardam em sua missão.

O elenco ainda destaca Ke Huy Quan (o menino Short Round de “Indiana no Templo da Perdição”) como o marido de Yeoh, Stephanie Hsu (“Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis”) como sua filha e o veterano James Hong (“Aventureiros do Bairro Proibido”), entre outros.

Escrito e dirigido pela dupla Daniel Kwan e Daniel Scheinert (ambos de “Um Cadáver Para Sobreviver”), conhecida pelo pseudônimo Daniels, “Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo” tem estreia marcada para 23 de junho no Brasil.

Veja o trailer nacional da produção abaixo.