Instagram/Kalush

Banda ucraniana vence Eurovision e lança clipe impactante das ruínas do país

A banda ucraniana Kalush Orchestra lançou neste domingo (15/5) o clipe de “Stefania”, música que venceu o bastante disputado Festival Eurovision da Canção durante a madrugada, na final realizada na cidade de Turim, na Itália.

O vídeo impactante amplia o significado da letra do rapper Oleh Psiuk, originalmente uma homenagem a uma mãe chamada Stefania que faz tudo pelo filho, ao encenar suas imagens como uma prece nas ruínas da Ucrânia. Gravado em locações de Bucha, Irpin, Borodyanka e Hostomel, todas destruídas pelas tropas russas de Vladimir Putin, o vídeo mostra mulheres em trajes do exército ucraniano resgatando crianças pequenas em meio a escombros, chamas e prédios prestes a ruir. O trecho da letra que sugere uma canção de ninar ganha significado simbólico, diante das cenas dramáticas.

A emoção presente no rosto das militares transborda quando elas conseguem encontrar as famílias das crianças perdidas, mas principalmente quando não há mais família nenhuma para acolher essas crianças. Mesmo assim, o vídeo dirigido pelo cineasta Max Ksjonda (“The Bobot”) termina com uma imagem sem apelo à paz, mas à resistência, com um tanque russo em chamas, contraposto à imagem de uma criança segurando um coquetel molotov.

Nas redes sociais, a banda afirmou que “Stefania” virou o “hino da nossa guerra”, e espera que também vire o “hino da nossa vitória”.

A vitória da Kalush Orchestra no Eurovision também foi saudada pelo presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky, que parabenizou os integrantes da banda no Instagram. “Nossa coragem impressiona o mundo, nossa música conquista a Europa!”, ele escreveu. E ainda sugeriu que fará de tudo para, no próximo ano, sediar o concurso Eurovision 2023 na Ucrânia “livre, pacífica e reconstruída”. Pela tradição, o país vencedor costuma sediar a próxima edição do evento.