Divulgação/Netflix

“A Mão de Deus” vence o “Oscar italiano”

O prêmio David di Donatello, equivalente ao Oscar da Itália, consagrou “A Mão de Deus”, de Paolo Sorrentino, com a conquista de quatro troféus, incluindo Melhor Filme e Diretor, durante cerimônia realizada na noite de terça (3/5) em Roma.

A produção da Netflix também rendeu o troféu de Melhor Atriz Coadjuvante para Teresa Saponangelo e um prêmio de Melhor Fotografia para Daria D’Antonio.

O drama autobiográfico de Sorrentino já tinha sido premiado no Festival de Veneza passado, onde ganhou o Grande Prêmio do Júri, e ainda foi indicado ao Oscar deste ano na categoria de Melhor Filme Internacional.

Além de “A Mão de Deus”, a premiação do cinema italiano ainda destacou a fantasia “Freaks Out”, dirigida por Gabriele Mainetti, que conquistou nada menos que seis troféus em categorias técnicas.

Confira abaixo a lista dos vencedores.

MELHOR FILME
A Mão de Deus

MELHOR DIRETOR
Paolo Sorrentino – A Mão de Deus

MELHOR DIRETOR ESTREANTE
Laura Samani – Small Body

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Valia Santella – Ariaferma

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Monica Zapelli, Donatella Di Pietrantonio – L’Arminuta

MELHOR PRODUTOR
Andrea Occhipinti, Stefano Massenzi e Mattia Guerra (Lucky Red); Gabriele Mainetti (Goon Films) com Rai Cinema em coprodução com Gapbusters – Freaks Out

MELHOR ATRIZ
Swamy Rotolo – A Chiara

BEST ATOR
Silvio Orlando – Ariaferma

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Eduardo Scarpetta – Qui Rido Io

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Teresa Saponangelo – A Mão de Deus

MELHOR FOTOGRAFIA
Daria D’Antonio – A Mão de Deus
Michele D’Attanasio – Freaks Out

MELHOR TRILHA
Nicola Piovani – I Fratelli Di Filippo

MELHOR MÚSICA ORIGINAL
The Depth of the Abyss – Manuel Agnelli

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
Massimiliano Sturiale, Ilaria Fallacara – Freaks Out

MELHOR FIGURINO
Ursula Patzak – Qui Rido Io

MELHOR MAQUIAGEM
Diego Prestopino, Emanuele De Luca, Davide De Luca – Freaks Out

MELHOR CABELO
Marco Perna – Freaks Out

MELHOR EDIÇÃO
Massimo Quaglia, Annalisa Schillaci – Ennio

MELHOR SOM
Gilberto Martinelli, Fabio Venturi, Gianni Palllotto, Francesco Vallocchia – Ennio

MELHORES EFEITOS VISUAIS
Stefano Leoni – Freaks Out

MELHOR DOCUMENTÁRIO
Ennio

MELHOR CURTA
metragem Maestrale, Nico Bonomolo

MELHOR FILME INTERNACIONAL
Belfast