Divulgação/Showtime

Produtor de “Ray Donovan” é demitido após denúncia de mau comportamento

A Showtime e a Paramount Television Studios demitiram o showrunner David Hollander, responsável pelo roteiro, direção e produção de um dos maiores sucessos do canal pago, “Ray Donovan”. Ele estava à frente de uma nova série, “American Gigolo”, e teria sido dispensado após denúncia e investigação de mau comportamento durante as gravações.

As empresas do grupo Paramount se recusaram a comentar o motivo da saída do produtor. “David Hollander não está mais na série dramática ‘American Gigolo’ e a Paramount Television Studios não tem mais uma relação de produção com ele”, Showtime e Paramount Television informaram num comunicado conjunto.

“American Gigolo” vai continuar a ser gravada sob o comando de David Bar Katz, braço-direito de Hollander em “Ray Donovan”.

Hollander tinha um relacionamento de longa data com o Showtime, tendo sido indicado ao Emmy por “Ray Donovan”. Ele também co-escreveu e dirigiu o longa-metragem derivado da série, lançado no início deste ano.

Outros trabalhos do produtor incluem a criação das séries “Heartland”, “The Guardian” e da adaptação do filme “Gigolô Americano”, de 1980, na série atualmente em desenvolvimento.

Além de catapultar Richard Gere ao estrelato, “Gigolô Americano” também é lembrado por sua música-tema, “Call Me”, um dos maiores sucessos da banda Blondie.

A série vai continuar a história do filme, trazendo Jon Bernthal (“O Justiceiro”) no papel que projetou Richard Gere, após passar 15 anos preso por assassinato. O elenco também inclui Gretchen Mol (“Boardwalk Empire”), Rosie O’Donnell (“Boneca Russa”), Lizzie Brocheré (“The Strain”), Gabriel LaBelle (“Max 2: Um Agente Animal”) e Leland Orser (Ray Donovan”).