Divulgação/Netflix

Netflix revela suas próximas produções brasileiras

A Netflix anunciou nesta quarta (13/4) suas próximas produções brasileiras, incluindo imagens de séries, filmes e documentários inéditos, divulgados em suas redes sociais.

Entre os filmes, vem aí a sequência de “Ricos de Amor”, com direção de Bruno Garotti, que volta a trazer Giovanna Lancellotti e Danilo Mesquita, desta vez numa trama passada no Norte do país.

Também tem mais um romance com belos doentes: “Depois do Universo”, em que a cantora Giulia Be tem lúpus e se apaixona pelo médico residente interpretado por Henry Zaga (de “Os Novos Mutantes”).

Outra novidade é o primeiro longa de ação brasileiro da Netflix: “Carga Máxima”, em que Thiago Martins (“Amor de Mãe”) vive um piloto de Fórmula Truck (corrida de caminhões) que começa a dirigir para uma quadrilha de roubo de cargas.

Para completar, com história conhecida de Sessão da Tarde, “Casamento à Distância” traz Dandara Mariana (“Salve-se Quem Puder”) e Dan Ferreira (“Alemão 2”) enfrentando dificuldades para realizar seu casamento, graças a uma série de confusões que atrasam o noivo.

Na lista de documentários, o destaque é uma produção sobre os Racionais MC’s, pioneiros do rap brasileiro, que reunirá entrevistas e cenas gravadas ao longo dos 30 anos do grupo.

Mas o grande investimento se dá com as séries. Além de “Maldivas”, que tem sido alardeada graças à popularidade de suas protagonistas Bruna Marquezine e Manu Gavassi, há muitas novidades em produção.

Uma delas é mais uma variação de “Janela Indiscreta” (1954), intitulada “Olhar Indiscreto”. O thriller psicológico traz Débora Nascimento (“Êta Mundo Bom!”) como uma voyeur incontrolável e hacker extremamente habilidosa. Sua rotina é espiar pela janela a vida da vizinha (Emanuelle Araújo, de “Juntos e Enrolados”), uma garota de programa de luxo e moradora do prédio em frente.

“Só Se For Por Amor” transforma as letras do sertanejo de sofrência numa história de amor vivida no interior do país por Lucy Alves (“Tempo de Amar”) e Filipe Bragança (“Dom”), com participação de cantores do gênero.

“O Cangaceiro do Futuro” volta a juntar o cineasta Halder Gomes com o ator Edmilson Filho após os sucessos do filme, da série e da continuação de “Cine Holliúdy”, além de “O Shaolin do Sertão”. Na comédia, Virguley (Edmilson Filho) é um cabra frouxo, enrolado e sem moral, que acaba levando um tabefe no pé do ouvido e acorda em 1927, no meio do cangaço, onde é confundido pela população local como o lendário Virgulino Lampião.

Ainda tem uma nova série de comédia, por enquanto sem título, que traz a criadora de conteúdo digital Ademara e a atriz Mel Maia (“Me Tira da Mira”) no papel de duas irmãs que, após viralizarem na internet, tem que aprender a balancear a vida real com a das redes sociais.

A lista se completa com um especial de comédia Rodrigo Sant’Anna, chamado “Cheguei!”, e com a produção das segundas temporadas de “Bom Dia, Verônica”, “Irmandade” e “Cidade Invisível”.

Veja abaixo imagens das produções.