Instagram/Recording Academy

Confira os vencedores do Grammy, em noite de Olivia Rodrigo, Jon Batiste e Foo Fighters

A Academia da Gravação premiou na noite de domingo os melhores da indústria musical com o Grammy 2022. E a premiação contou com uma brasileira vencedora: a pianista Eliane Elias, que venceu prêmio na categoria Melhor Álbum Latino de Jazz pelo disco “Mirror Mirror”.

Foi o segundo Grammy da paulistana de 62 anos, que também foi premiada na mesma categoria em 2016 com o álbum “Made in Brazil”. O novo trabalho foi realizado em parceria com Chick Corea e Chucho Valdés. O primeiro, que faleceu em fevereiro deste ano, também foi premiado na categoria Melhor Solo Improvisado de Jazz por “Humpty Dumpty”.

A jovem Olivia Rodrigo, de apenas 19 anos, foi uma das artistas mais premiadas da noite, com três Grammys: Artista Revelação, Melhor Álbum Pop e Melhor Performance Pop Solo.

O mesmo número de vitórias foi conquistada por duas bandas. Uma delas foi o projeto Silk Sonic, formada por Anderson .Paak e Bruno Mars, nas categorias Canção do Ano, Gravação do Ano e Melhor Performance de R&B. A outra foi Foo Fighters, que na semana passada perdeu o baterista Taylor Hawkins, premiada por Álbum de Rock, Música de Rock e Performance de Rock.

Hawkings foi homenageado por Billie Eilish e, no segmento In Memoriam, a surpresa foi uma menção à cantora sertaneja Marília Mendonça, vítima de uma acidente aéreo em novembro de 2021. A homenagem, entretanto, não incluiu uma das maiores artistas da música brasileira, Elza Soares, morta em janeiro deste ano.

Mas o destaque da premiação foi Jon Batiste. Além de Álbum, Gravação e Clipe do Ano, ele se destacou com o maior número de troféus – 11 ao todo – graças à diversidade de projetos realizados, incluindo em sua lista de vitórias a trilha de “Soul”, animação da Pixar.

Confira abaixo uma relação com 40 das principais categorias do Grammy – de um total de 70 troféus distribuídos para os mais diferentes gêneros e setores da produção musical.

Artista Revelação
Olivia Rodrigo

Música do Ano
“Leave The Door Open” – Silk Sonic

Álbum do Ano
“We Are” – Jon Batiste

Melhor Album Pop
“Sour” – Olivia Rodrigo

Melhor Performance Pop Solo
“Drivers License” – Olivia Rodrigo

Melhor Performance de Grupo ou Duo Pop
“Kiss Me More” – Doja Cat Featuring SZA

Melhor Videoclipe
“Freedom” – Jon Batiste

Gravação do Ano
“Leave The Door Open” – Silk Sonic

Melhor Álbum de Rap
“Call Me If You Get Lost” – Tyler, The Creator

Melhor Performance de Rap
“Family Ties” – Baby Keem feat. Kendrick Lamar

Melhor Álbum Pop Tradicional
“Love For Sale” – Tony Bennett e Lady Gaga

Melhor Álbum de R&B
“Heaux Tales” – Jazmine Sullivan

Melhor Performance de R&B
“Leave The Door Open” – Silk Sonic (empate)
“Pick Up Your Feelings” – Jazmine Sullivan

Melhor Performance de Rock
“Making A Fire” – Foo Fighters

Melhor Música de Rock
“Waiting On A War” – Foo Fighters

Melhor Álbum de Rock
“Medicine At Midnight” – Foo Fighters

Melhor Álbum de Rock Alternativo
“Daddy’s Home” – St. Vincent

Melhor Performance de Metal
“The Alien” – Dream Theater

Melhor Performance de Rock Latino
“Origen” – Juanes

Melhor Álbum de Pop Latino
“Mendó” – Alex Cuba

Melhor Álbum de Música Urbana
“El Último Tour Del Mundo” – Bad Bunny

Melhor Álbum de Blues Tradicional
“I Be Trying” – Cedric Burnside

Melhor Álbum de Blues Contemporâneo
“662” – Christone “Kingfish” Ingram

Melhor Álbum de Folk
“They’re Calling Me Home” – Rhiannon Giddens with Francesco Turrisi

Melhor Solo Improvisado de Jazz
“Humpty Dumpty (Set 2)” – Chick Corea

Melhor Álbum Latino de Jazz
“Mirror Mirror” – Eliane Elias, Chick Corea e Chucho Valdés

Melhor Álbum Instrumental de Jazz
“Skyline” – Ron Carter, Jack DeJohnette & Gonzalo Rubalcaba

Melhor Composição Instrumental
“Eberhard” – Lyle Mays

Melhor Álbum de Música Global
“Mother Nature” – Anjelique Kidjo

Melhor Música para Mídia Visual
“All Eyes on Me” – Bo Burnham

Melhor Álbum para Mídia Visual
“The United States vs. Billy Holiday” – Andra Day

Melhor Trilha para Mídia Visual
“The Queen’s Gambit” – Carlos Rafael Rivera (empate)
“Soul” – Jon Batiste, Trent Reznor e Atticus Ross

Melhor Filme Musical
“Summer of Sul (… ou Quando a Revolução Não Pôde ser Televisionada)”

Melhor Álbum de Teatro Musical
“The Unofficial Bridgerton Musical” – Abigail Barlow e Emily Bear

Melhor Álbum de Comédia
“Sincerely Louis CK” – Louis C.K

Melhor Performance Country Solo
“You Should Probably Leave” – Chris Stapleton

Melhor Álbum de Gospel
“My Savior” – Carrie Underwood

Melhor Álbum Dance/Música Eletrônica
“Subconsciously” – Black Coffee

Melhor Remix
“Passenger” – Mike Shinoda remix

Melhor Álbum Falado
“Carry On: Reflections for a New Generation from John Lewis” – Don Cheadle