Instagram/BBB

Campeão do “BBB 22”, Arthur também é campeão do hate nas redes sociais

Conforme previsões, Arthur Aguiar foi campeão do “BBB 22” e também campeão do hate nas redes sociais. O paradoxo é inédito e é mais um detalhe que reforça a necessidade de mudança no esquema de votação do reality show da Globo.

Afinal, como uma vitória com votação recorde não resultou numa popularidade massiva como a de Juliette Freire, campeã do “BBB 21” com 118 milhões de votos a menos?

A rejeição foi confirmado pelo próprio Arthur Aguiar, em depoimento à imprensa em Campo Grande (MS), na madrugada deste sábado (30/4), enquanto assistia ao Luan City, o festival de Luan Santana, acompanhado de sua mulher Maíra Cardi.

“Parece que a gente está atacando, mas a gente está se defendendo”, disse, sobre o tom de alguns posts nas redes sociais.

“Nunca vou ser a favor de hate e cancelamento, mas a galera está pegando muito pesado comigo desde o programa e continua aqui fora. Não dão trégua. Se meus fãs estiverem fazendo isso, que parem, mas que o outro lado também pare. O programa já acabou. Vão curtir a vida e fazer outra coisa”, completou.

A situação é tão clara que até Carlinhos Maia decidiu se manifestar em defesa do ator. “Já não está chato esse povo desmerecendo a vitória do rapaz que ganhou o ‘Big Brother’, o Arthur? Que coisa chata, as pessoas têm que aprender a perder”, disse o humorista num vídeo publicado no Stories de seu Instagram.

“No Brasil acontece muito isso, comigo acontece até hoje, esses boicotes, essas coisas. O que importa é que está com o tutu no bolso, muito mais que a maioria. Palhaçada, coisa chata, tem que superar”, completou.

Era fácil prever que a ação agressiva da torcida de Arthur, monopolizando discussões e as votações do programa, traria problemas.

Se com ou sem robôs, o fato é que a votação excessiva dos fãs do ex-“Rebelde” em alvos semanais impediu o chamado “sofá” de expressar suas preferências e o resultado gerou frustração. Mas ficou pior na reta final do programa, quando o perfil oficial do campeão passou a pedir votos para eliminar aliados. A estratégia pode ter transformado a frustração em hate.

Ao sair do confinamento e ver o que estava acontecendo, os próprios participantes do programa passaram a ter dificuldades de aceitar a vitória do ex-colega. Jessilane Alves e Gustavo Marsengo falaram abertamente que tiveram problemas com o resultado durante o reencontro do “BBB Dia 101”.

Gustavo foi bem claro: “Não gostei [da vitória do Arthur] por vários motivos, não só pelo fato de eu não ter ganhado, mas eu acho que muitas pessoas que saíram do programa deveriam estar no programa. A Lina não poderia sair com 77% de rejeição e eu estou procurando meus 81% de rejeição”, apontou.

De fato, a maioria dos participantes do “BBB 22” está gozando de grande popularidade fora do confinamento e nenhum deles reclama de hate como Arthur.

Mas reclamações não seriam apenas de eliminados ou torcedores anônimos. O rapper Filipe Ret teria furado uma participação no programa “Encontro”, da Globo, supostamente para não comentar a vitória de Arthur no “BBB 22”. A informação foi publicada pelo Em Off e a reação do artista foi zoar. “Cara kkkkkkkkk sei nem o que te falar, eu vou te dar essa mídia porque tu tá muito desesperado”, ele escreveu no Twitter, incluindo o link para a notícia e alimentando o “boato”.

Não está claro se a reação negativa à vitória do ator vai perdurar, mas atitudes antipáticas não ajudam, como a manifestada no especial de reencontro, quando Arthur preferiu ir dormir para fugir de “tapinha nas costas” e “falsidade” dos colegas de programa.