Instagram/Jossara Jinaro

Jossara Jinaro (1973-2022)

A atriz brasileira Jossara Jinaro morreu de câncer na quinta-feira (27/4), aos 48 anos, revelou seu marido nas redes sociais.

Ela ficou conhecida por seu trabalho em séries americanas, chegando a aparecer em episódios de “Plantão Médico” (E.R.), “Divisão Criminal” (The Closer), “Judging Amy”, “Strong Medicine” e “Animal Kingdom”.

Nascida no Rio de Janeiro, Jinaro foi adotada por um diplomata e cresceu na Colômbia. Quando seu padrasto foi feito refém por guerrilheiros, a família se mudou para os Estados Unidos.

Saindo de casa aos 16 anos, ela rapidamente assinou com seu primeiro agente, que lhe encontrou trabalho teatral. Mas seu primeiro papel fixo na TV só veio mais de uma década depois, quando viveu Virginia Bustos na série “Viva Vegas”, comédia da Telemundo sobre dois gêmeos argentinos em Las Vegas.

A atração durou só uma temporada, exibida de 2000 a 2001, mas em seguida ela começou a aparecer, de forma recorrente, na novela diurna “Passions”. Por seu desempenho, chegou a ser indicada ao prêmio GLAAD (da comunidade LGBTQIA+) de 2006.

Nessa época, também começou a aparecer em alguns filmes cultuados, como o terror “Rejeitados pelo Diabo” (2005), de Rob Zombie, e “Garotas sem Rumo” (2005), ao lado de Anne Hathaway, e ainda se especializou em dublagens, trabalhando em dezenas de animações como “Happy Feet: O Pinguim” (2006) e “Gato de Botas” (2011), além de gravar vozes incidentais para filmes live-action.

Jinaro acabou voltando para a Colômbia em 2009 para trabalhar na novela “La Bella Ceci y El Imprudente”, mas logo retornou a Los Angeles, encontrando um papel na 1ª temporada da popular série adolescente “East Los High”, lançada em 2013.

Ela ainda fez vários filmes independentes, incluindo o terror “Desert Road Kill” (2012), que lhe rendeu um prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante no Los Angeles Reel Film Festival.

Seu último trabalho foi a comédia “10 Tricks”, ainda inédita nos cinemas.