Divulgação/Warner

“Legends of Tomorrow” é cancelada após sete temporadas

A rede The CW cancelou “Legends of Tomorrow”, sua mais divertida e elogiada série de super-heróis, após sete temporadas.

A atração foi o segundo programa baseado nos quadrinhos da DC Comics cancelado na sexta-feira (29/4), horas após a notícia do fim de “Batwoman”.

O anúncio do cancelamento ficou a cargo da sala de roteiristas da série, que possui um perfil oficial no Twitter, por onde emitiu um comunicado.

“Estamos cancelados”, começa o texto.

“Esta foi a jornada de uma vida para todos nós. A pequena série que não deveria existir cresceu e virou a série que poderia ser o que quisesse. Fomos para Camelot, Salvation, Hollywood até dentro de um computador, mas claro, o verdadeiro destino sempre foi o lar: o lugar onde sua família são amigos e seus amigos são família. Sentiremos desesperadamente a falta de criar esta série, mas, acima de tudo, sentiremos falta de fazer isso juntos e compartilhar com vocês”, completaram os roteiristas.

Eles também acrescentaram um comentário após o texto: “Nós e os roteiristas de ‘Batwoman’ estávamos esperando voltar por mais um ano, mas não era para ser. Para os fãs de uma ou ambas as séries, estamos gratos pelo seu apoio!”.

A sala dos roteiristas de “Batwoman” respondeu à citação. “Nós sempre vamos te amar, sempre te apoiar e sempre lamentar as temporadas 8 [de “Legends”] e 4 [de “Batwoman”] que nunca tivemos a chance de ver”.

O último showrunner da série, Keto Shimizu, também se dirigiu aos fãs.

“Bem, pessoal, foi uma jornada incrível. Entretanto, a CW nos informou que não haverá 8ª temporada de “Legends of Tomorrow”. Estamos de coração partido, mas também imensamente gratos pelo incrível trabalho do nosso elenco, da nossa equipe e dos nossos roteiristas, que contribuíram para a nossa pequena série”, ele escreveu.

No ar desde 2016, “Legends of Tomorrow” foi a única criação 100% original do Arrowverso, concebida por Greg Berlanti, Marc Guggenheim e Phil Klemmer a partir da junção de heróis de outras séries, que nunca se reuniram num grupo similar nos quadrinhos.

A premissa também era inédita. As chamadas “lendas de amanhã” eram coadjuvantes dos quais ninguém daria falta, que aceitavam a missão de realizar atos heroicos que ninguém conheceria, viajando no tempo para impedir manipulações na História e outras anomalias, de forma a preservar a linha temporal.

Isto levou os personagens a conhecerem várias figuras históricas importantes, como Helena de Troia, Júlio César, Maria Antonieta, Albert Einstein, Al Capone, Bill Gates e David Bowie, além de participar de eventos históricos como o Festival de Woodstock, o desastre de Chernobyl, as duas guerras mundiais e dar inspiração para George Lucas filmar “Star Wars”.

A longevidade da série e o fato de ser a única atração do Arrowverso focada num grupo de heróis também fez com que o elenco fosse bastante flexível. Apenas Caity Lotz, intérprete de Sara Lance (Canário Branco), manteve-se na atração do primeiro ao último episódios. A temporada anterior já tinha se despedido do penúltimo original remanescente, Dominic Purcell, que vivia Mick Rory.

Os últimos remanescentes da nave Waverider incluíam ainda os atores Shayan Sobhian (Behrad Tarazi), Tala Ashe (Zari Tarazi), Jes Macallan (Ava Sharpe), Olivia Swann (Astra Logue), Adam Tsekhman (Gary Green), Lisseth Chavez (Esperanza “Spooner” Cruz) e Amy Louise Pemberton (Gideon), sem esquecer Nick Zano (Nate Heywood) e Matt Ryan (John Constantine/Dr. Gwyn Davies), que se despediram da série nos capítulos finais.

Infelizmente, o cancelamento também deixou a atração sem fim, já que a 7ª temporada terminou com um cliffhanger, com os heróis aprisionados por autoridades do futuro.

“Legends of Tomorrow” foi a quinta baixa consecutiva do Arrowverso, após “Arrow”, “Raio Negro” (Black Lightning), “Supergirl” e “Batwoman”. Por conta disso, esse universo compartilhado, conhecido por seus crossovers grandiosos, encolheu dramaticamente e passa agora a se resumir a somente duas séries: “Superman & Lois” e “The Flash”, que deve acabar em 2023.