Divulgação/DC Comics

Série “Gotham Knights” escala heroína Pássaro Azul

O projeto “Gotham Knights” escalou seus primeiros atores: Fallon Smythe (“Grown-ish”) e Tyler DiChiara (“Relish”) vão viver a heroína Pássaro Azul e seu irmão no piloto em desenvolvimento para a rede americana The CW.

Pássaro Azul (Bluebird) é o codinome heroico de Harper Row, personagem criada por Scott Snyder e Greg Capullo, que apareceu pela primeira vez em 2012 como uma jovem dotada de grande capacidade de engenharia. Ela foi frequentemente subestimada por Batman antes de se tornar uma integrante de sua equipe de vigilantes e assumir uma identidade secreta.

Harper Row também já apareceu na série animada “Young Justice”, que reúne os heróis mais jovens da DC.

Nos quadrinhos, ela é apresentada como uma adolescente sarcástica, genial e bissexual, características que serão mantidas na série.

A atração, porém, alterará ligeiramente o perfil de seu irmão. Cullen Row é gay nas publicações da DC Comics. Foi o fato dele sofrer bullying que levou Harper a lutar contra injustiças.

Na série, ele será apresentado como transgênero. Seu intérprete também é transexual.

“Gotham Knights” ainda não tem uma temporada garantida. Apenas seu piloto foi encomendado pelo canal.

Apesar do título, a série não tem relação com o game da DC de mesmo nome, que será lançado neste ano, nem será uma produção derivada de “Batwoman”, exibida no mesmo canal nos EUA.

A trama vai se passar em Gotham City após a morte de Batman. Segundo a sinopse divulgada, a trama mostrará “o filho adotivo rebelde de Bruce Wayne forjando uma aliança improvável com os filhos dos inimigos de Batman, após todos serem incriminados no assassinato”.

Além de lutarem para limpar seus nomes e encontrar o verdadeiro assassino, o grupo de fugitivos ainda se verá ocupando o vácuo criado pela ausência de Batman, “quando Gotham se torna mais perigosa que nunca”, tornando-se “sua próxima geração de salvadores”.

A série não revela qual filho adotivo (isto é, Robin) lidera o grupo. Batman já teve seis Robins, entre eles seu filho de sangue, o caçula Damon Wayne. Entre os rebeldes, é fácil citar o primeiro, Dick Grayson, que rompeu com o pai adotivo, e o segundo, Jason Todd, que chegou a virar vilão. Já o terceiro, Tim Drake, sempre foi mais comportado. As demais Robins são mulheres.

Os quadrinhos da DC Comics também já revelaram uma filha do Charada, Enigma, uma filha do Coringa de outra dimensão, Duela Dent, e a filha de Tigresa, Artemis. As três chegaram a integrar os Titãs. Ainda há Cassandra Cain, filha da vilã Lady Shiva, que chegou a virar a segunda Batgirl, e Stephanie Brown, filha do Mestre das Pistas, que virou a heroína Spoiler e ainda se tornou o quarto Robin e a terceira Batgirl (difícil acompanhar!).

Curiosamente, todas são filhas e não filhos de vilões.

A série está sendo desenvolvida pelos roteiristas Chad Fiveash, James Stoteraux e Natalie Abrams, que atualmente escrevem episódios de “Batwoman”. Os dois primeiros também trabalharam na série “Gotham”.

A produção é de Greg Berlanti, o mentor do “Arrowverso”, universo de séries de super-heróis da DC Comics na rede The CW.