Twitter/The Simpsons

Os Simpsons se solidarizam com a Ucrânia

Os canais oficiais de “Os Simpsons” nas redes sociais publicaram nas últimas horas uma imagem dos personagens da série animada segurando bandeiras da Ucrânia, em solidariedade ao país europeu que foi invadido por tropas da Rússia.

Em comunicado, o produtor executivo do programa, Al Jean, disse que o produtor do programa, o veterano James L. Brooks, chamou ele, o criador Matt Groening e o diretor David Silverman para encomendar a imagem como “uma demonstração de solidariedade”.

“É para mostrar que nos importamos com o que está acontecendo e temos enorme simpatia pelo povo da Ucrânia e queremos que isso pare”, explicou.

Jean acrescentou que a criação de imagens desse tipo, especificamente políticas, não acontece “com muita frequência”, mas é importante ser “vigilante quanto à defesa da liberdade”.

A série, que ganhou a reputação de prever eventos futuros no mundo real, exibiu um episódio em 1998 que alertava para uma situação semelhante à enfrentada atualmente pela Ucrânia.

No episódio visionário, Homer (que trabalha numa usina nuclear) está num submarino participando de um treinamento militar. Sem querer, ele ejeta o capitão do veículo diretamente em águas russas, iniciando um incidente internacional. A Rússia acaba revelando que a União Soviética nunca acabou, reconstruindo o Muro de Berlim e colocando soldados e tanques nas ruas para ocupar países vizinhos.

Quando a coincidência viralizou na quinta (24/2), o produtor Al Jean apenas lamentou no Twitter: “Fico triste em dizer que essa não era uma previsão difícil de fazer”.