Divulgação/20th Century Television

“Os Simpsons” previu ataque militar da Rússia

Um episódio de “Os Simpsons” que foi ao ar em 1998 previu a tensão entre Rússia e Ucrânia, mostrando a Rússia retomando o status de União Soviética para voltar a ocupar países da era da Cortina de Ferro.

Embora a previsão tenha viralizado nas redes sociais, o produtor Al Jean apenas lamentou no Twitter: “Fico triste em dizer que essa não era uma previsão difícil de fazer”.

No episódio visionário, Homer (que trabalha numa usina nuclear) está num submarino participando de um treinamento militar. Sem querer, ele ejeta o capitão do veículo diretamente em águas russas, iniciando um incidente internacional. A Rússia acaba revelando que a União Soviética nunca acabou, reconstruindo o Muro de Berlim e colocando soldados e tanques nas ruas para ocupar países vizinhos.

“Eu odeio dizer isso, mas eu nasci em 1961, então 30 anos da minha vida foram vividos com o fantasma da União Soviética. Então, para mim, isso é mais regra do que previsão. Só assumimos que as coisas dariam errado”, explicou Al Jean sobre a trama do episódio, em entrevista ao site The Hollywood Reporter.

“A agressão histórica nunca realmente desaparece, e você precisa estar super vigilante”, continuou o produtor. “Em 1998, quando este episódio foi ao ar, talvez fosse o auge das relações EUA-Rússia. Mas, desde que [o presidente russo Vladimir] Putin entrou, quase todo mundo deixou claro que ele era um cara mau e coisas ruins iam acontecer.”

Ele completa: “Esse é o tipo de previsão em que fazemos referência a algo que aconteceu e pode acontecer de novo — nós esperávamos que nunca aconteceria, mas infelizmente aconteceu”.