Divulgação/Netflix

Confira as 10 melhores séries lançadas nesta semana

A seleção de séries que estreiam nesta semana é criminosa. De minisséries de “true crime” a mistérios inspirados em best-sellers, não faltam crimes para o espectador tentar desvendar. Mas também há rock, romance e muita animação como sugestões alternativas.

Confira abaixo a relação de dicas com as 10 melhores atrações que chegam ao streaming.

 

INVENTANDO ANNA | NETFLIX

A personagem do título é Anna Delvey, socialite golpista da vida real. Na minissérie de “true crime”, ela é vivida por Julia Garner, que venceu dois prêmios Emmy por “Ozark”. A cada episódio, ela incorpora uma personalidade diferente, dando a Anna o aspecto de uma esfinge que ninguém consegue decifrar. Nem mesmo a jornalista (Anna Chlumsky, de “Veep”) que investiga como ela roubou os corações – e muito dinheiro – da alta sociedade em Nova York.

Criada e produzida por Shonda Rhimes (criadora de “Grey’s Anatomy” e produtora de “Bridgerton”), a série é a segunda adaptação de uma reportagem policial da jornalista Jessica Pressler a virar “ficção”. Outro de seus artigos inspirou o filme “As Golpistas”, com Jennifer Lopez, em 2019.

 

BARULHO CAPITAL | HBO MAX

A minissérie teen colombiana é a maior surpresa da semana. A trama se passa em Bogotá, no começo da década de 1990, época do grunge, em que um grupo de rebeldes de 13 anos do Ensino Fundamental resolve montar uma banda de rock. E enquanto o mais enfezado acha que rock verdadeiro é só em inglês, a guitarrista pra lá de cool resolve educá-lo com uma pilha de K7s de rock em espanhol.

A atração foi desenvolvida e dirigida por Mauricio Leiva-Cock, criador de “Fronteira Verde” e roteirista de “Distrito Selvagem”, duas produções da Netflix.

 

EDEN | GLOBOPLAY

A série australiana é um thriller passado num cenário paradisíaco. A locação é de tirar o fôlego e as pessoas são lindas. Mas há mais mistérios na trama que a habitual “morte no paraíso”, envolvendo a complexa amizade entre duas amigas, Scout (a novata Sophie Wilde) e Hedwig (a novata BeBe Bettencourt). Ao se reencontrarem no verão, Scout percebe que algo mudou em Hedwig. Ela tem uma série de novos amigos que Scout não conhece, incluindo um ator de Hollywood (Cody Fern, de “American Horror Story”) que dá festas chiques em sua mansão e um jovem (Keiynan Lonsdale, de “The Flash”) que lhe fornece drogas.

Numa dessas festas, Hedwig revela que seus sentimentos pela amiga são mais profundos do que amizade. E, no final da noite, uma das garotas some, originando uma investigação criminal que revela o lado sombrio do paraíso.

 

QUEM ERA ELA/THE GIRL BEFORE | HBO MAX

Em clima de suspense, a trama gira em torno de uma casa inteligente, planejada por um arquiteto famoso (David Oyelowo, de “Selma”), que busca uma inquilina específica para sua construção de ponta, capaz de se encaixar em suas expectativas. Ele acaba escolhendo a personagem de Gugu Mbatha-Raw (“Loki”), que no começo acredita ter ganho uma grande oportunidade, mas logo se vê num jogo de obsessão, com regras estritas e um mistério: qual foi o destino da garota que viveu lá antes?

A minissérie foi criada por J.P. Delaney, que adapta seu próprio livro, lançado no Brasil com o título de “Quem Era Ela”. A direção é de Lisa Brühlmann (“Killing Eve”) e o elenco ainda destaca Jessica Plummer (“Como Falar com Garotas em Festas”), Ben Hardy (“Esquadrão 6”), Rakhee Thakrar (“Sex Education”) e Mark Stanley (“Sanditon”).

 

DEPARTURE | GLOBOPLAY

Depois de investigar o desaparecimento de um avião, Archie Panjabi (de “The Good Wife”) se envolve num novo mistério, desta vez em torno de um acidente ferroviário. Entre as muitas reviravoltas da trama, a 2ª temporada também é uma homenagem ao veterano astro Christopher Plummer (“Todo o Dinheiro do Mundo”), coprotagonista da atração, que gravou sua participação no segundo ano antes de falecer em fevereiro do ano passado.

Produção canadense, “Departure” foi desenvolvida por Malcolm MacRury, criador de “Saving Hope”, e encontra-se renovada para a 3ª temporada.

 

WITH LOVE | AMAZON PRIME VIDEO

A nova comédia sobre família latina criada por Gloria Calderón Kellett (responsável pelo revival de “One Day at a Time”) acompanha as aventuras amorosas dos irmãos Lily e Jorge Diaz, que tentam levar uma vida de solteiros em meio às pressões de sua família intrusiva por compromissos, enquanto buscam um propósito na vida – e namorados.

Emeraude Toubia (“Caçadores de Sombras”) e Mark Indelicato (que era um menino em “Ugly Betty”) vivem os protagonistas.

 

SNOWDROP | HBO MAX

O drama sul-coreano se passa em 1987, quando o governo do país era uma ditadura. A história gira em torno de um espião norte-coreano em fuga, que se esconde no dormitório feminino de uma universidade em Seul, onde uma estudante ajuda a escondê-lo, dando início a um relacionamento romântico.

Apesar de se inserir na profusão de K-dramas bonitinhos-românticos que vem do país, a trama foi considerada polêmica na Coreia, por se passar num período complexo. Mas também conquistou muitos fãs por conta da principal intérprete feminina: Jisoo, da banda feminina BLACKPINK.

 

STAR TREK: PRODIGY | PARAMOUNT+

“Prodigy” é o primeiro derivado da famosa franquia “Star Trek” voltado para crianças, além da primeira animação em CGI (computadorizada) e o primeiro conteúdo desse universo em que a maioria dos personagens é alienígena. Além de introduzir novos personagens, a série resgata uma presença icônica de “Star Trek”: a Capitã Kathryn Janeway, novamente interpretada por Kate Mulgrew, só que desta vez como um holograma de computador baseado na Capitã original da nave Voyager.

A Capitã serve como guia para os novatos da trama, adolescentes de diferentes planetas que encontram, por acaso, uma nave abandonada da Frota Estelar e planejam usá-la para viver várias aventuras, aprendendo com o holograma de bordo a navegar pelo espaço.

Desenvolvida pelos irmãos Dan e Kevin Hageman, que venceram o Emmy como roteiristas (de “Caçadores de Trolls: Contos de Arcadia”), “Star Trek: Prodigy” foi concebido originalmente para o canal pago infantil Nickelodeon, mas acabou indo parar na plataforma de streaming Paramount+, que é a prioridade atual do conglomerado ViacomCBS.

 

(DES)ENCANTO | NETFLIX

4ª temporada da série de animação adulta de Matt Groening, criador de “Os Simpsons” e “Futurama”, acompanha a Princesa/Rainha Bean, o elfo chamado Elfo e o demônio Luci em luta pela Terra dos Sonhos, enquanto enfrentam seus piores pesadelos.

Os protagonistas são dublados em inglês por Abbi Jacobson (série “Broad City”), Nat Faxon (“Friends from College”) e Eric Andre (série “2 Broke Girls”), respectivamente.

 

AS FABULOSAS AVENTURAS DOS FREAK BROTHERS | GLOBOPLAY

Vagamente baseada nos quadrinhos pioneiros da cena underground criados por Gilbert Shelton em 1968, a animação é assinada pelas atrizes-roteiristas Andrea Savage (criadora-estrela de “I’m Sorry.”) e La La Anthony (“La La’s Full Court Life”), que, em vez de adaptar fielmente as desventuras de três chapados na San Francisco da era hippie, escreveram uma história de viagem no tempo. Na trama, depois de fumar uma cepa mágica de maconha em 1969, os três hippies são transportados 50 anos no futuro até 2021, fazendo com que sua mentalidade dos anos 1960 entre em choque com o mundo moderno.

O trio protagonista é dublado por Woody Harrelson (“Zumbilândia”), responsável pela voz do descontraído Freewheelin ‘Franklin Freek, John Goodman (“The Connors”) como o crianção Fat Freddy Freekowtski e Pete Davidson (“A Arte de Ser Adulto”) como a voz do paranoico Phineas T. Phreakers.