Instagram/Critics Choice

Premiação do Critics Choice é adiada devido à variante ômicron

A cerimônia de premiação do Critics Choice Awards 2022 não vai mais acontecer de forma presencial em 9 de janeiro, como estava inicialmente planejado. Os organizadores anunciaram o adiamento nesta quinta (23/12) em resposta à disparada do contágio de covid-19 nos EUA, causada pela variante ômicron.

“Após muita consideração e conversas honestas com os nossos parceiros da CW e da TBS [emissoras que transmitiram a premiação nos EUA], chegamos à conclusão que a única decisão prudente e responsável neste ponto é adiar a premiação”, disse o comunicado do evento.

Os organizadores não anunciaram uma nova data, mas a premiação ainda deve acontecer de forma presencial. “Estamos em contato com as autoridades de saúde pública e trabalhamos diligentemente para encontrar uma nova data”, explica o texto.

O adiamento do Critics Choice foi anunciado um dia após a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas tomar a mesma medida em relação ao Governors Awards, evento de confraternização que premia homenageados com o Oscar honorário pelas realizações de suas carreiras. O prêmio da Academia deveria acontecer em 15 de janeiro e agora também se encontra sem data prevista.

A relação dos filmes indicados ao prêmio da crítica americana é liderada pelo musical “Amor, Sublime Amor”, de Steven Spielberg, e por “Belfast”, drama semibiográfico de Kenneth Branagh, com 11 nomeações, seguidos por “Duna” e “Ataque dos Cães”, que também empataram com 10 menções cada um. Logo atrás, houve mais um empate, entre “Licorice Pizza” e “O Beco do Pesadelo”, com 8 indicações.

Já a lista das categorias televisivas destaca “Succession”, da HBO, na disputa por 8 prêmios.