Divulgação/Netflix

Trailer de “Rebelde” revela que trama é continuação da novela mexicana

A Netflix divulgou um novo trailer legendado do reboot de “Rebelde”, que explica melhor a trama.

A prévia, que mistura música alegre e mistério teen, vai acompanhar novos estudantes da escola Elite Way, definidos por um deles como “pop stars de dia e justiceiros na noite”, enquanto disputam um concurso musical do colégio com sua banda e tentam descobrir quem está por trás de trotes violentos e atentados na escola.

Além de atuar, o novo elenco também vai tocar e cantar músicas, desde canções originais até releituras de “clássicos” do grupo RBD – como “Sólo Quédate en Silencio”, ouvida no trailer.

Vale lembrar que, embora seja tratada como produção original, a “Rebelde” de 2004 da emissora mexicana Televisa já era um remake – da novela argentina “Rebelde Way”, de 2002. Seu sucesso realmente eclipsou a primeira versão, em grande parte devido aos talentos musicais de seu elenco. Da novela mexicana, surgiu o grupo musical RBD formado por Anahí, Dulce Maria, Alfonso Herrera, Christian Chávez, Maite Perroni e Christopher von Uckerman.

O fenômeno foi tão grande que até rendeu outro remake, desta vez brasileiro, feito pela Record em 2011 com Arthur Aguiar, Chay Suede, Lua Blanco, Sophia Abrahão e a sister do “BBB 21” Carla Diaz.

Apesar de se passar novamente no México, o reboot desta vez é multinacional, com representantes de quatro países latinos. Até o Brasil terá uma “pobre, mas talentosa” estudante na Elite Way em 2022: Giovanna Grigio, atriz e cantora que se destacou em “Malhação: Viva a Diferença” e “As Five”, da Globoplay.

O elenco também inclui o argentino Franco Masini (“Riviera”), o colombiano Jeronimo Cantillo (“Verdade Oculta”) e diversos astros jovens mexicanos, como o cantor Sergio Mayer Mori, Azul Guaita (“Sobe na Minha Moto”), Alejandro Puente (“El Club”) e as estreantes Andrea Chaparro e Lizeth Selene.

Destacam-se ainda personagens da versão da Televisa, como Celina (Estefanía Villareal), ex-aluna e hoje diretora da escola, e Pilar (Karla Cossío), agora mãe de uma das novas estudantes, demonstrando que o reboot na verdade é uma continuação.

Outro elemento trazido de volta é a presença da Seita, grupo de alunos elitistas que perseguia os estudantes bolsistas – e que é a verdadeira responsável pelo momentos tensos da versão de 2022, embora seu nome tenha sido “traduzido” diferente: a Associação.

A estreia da nova versão vai acontecer em 5 de janeiro.