Instagram/Cumgirl8

Playlist: 10 clipes da nova turma do barulho pós-punk

A seleção indie deste fim de semana reúne mais uma leva de clipes da safra atual de bandas inspiradas pelo pós-punk, com ênfase no punk, mas sem esquecer de referências mais recentes (grunge, por exemplo) e acessíveis.

Há muitas bandas inglesas, em especial de Brighton e locações litorâneas, além de um punhado de artistas da cena nova-iorquina de 2021, fortemente focada nesta tendência, que na maioria dos casos alinha vocais gritados, atitude rebelde, batidas secas e guitarras ríspidas.

Destaque de Nova York, Cumgirl8 tem duas modelos profissionais em sua formação – a terceira integrante é ex-baterista da Boytoy. E no melhor estilo Bikini Kill, quase todas as suas fotos de divulgação enfrentam problemas de censura etária, porque mostram demais. Elas tem posts seguidamente derrubados no Instagram, Twitter e Facebook.

Em contraste, Lime Garden são quatro garotas de Brighton com figurino vintage (visual de vovó) que usam o pós-punk como ponto de partida, recorrendo até a influência de Franz Ferdinand e batidas eletrônicas para embalar seu rock, que já foi difícil de rotular, mas tem ficado cada vez mais popular. Tanto que já forçou o grupo a mudar de nome. Elas surgiram como Lime, mas uma banda de Montreal, no Canadá, com o mesmo nome as obrigou a trocar, quando seus shows se expandiram dos pubs locais para os palcos de Londres.

Como sempre, os vídeos seguem uma sequência de discotecagem/radio contínua. É só dar play abaixo.

Cumgirl8 | EUA | Ditz | Inglaterra | Deap Vally | EUA | Low Hummer | Inglaterra | Rats on Rafts | Holanda | Friedberg | Inglaterra | Bitumen | Austrália | Lime Garden | Inglaterra | Parquet Courts | EUA